Família e amigos retomam buscas por Diego Scott

A ideia partiu de Miguel Scott, 8 anos, filho do ex-jogador de futebol. "Ontem a noite ele pediu: 'Mãe vamos procurar meu pai?'. Ai reunimos os amigos e fomos. Mas são buscas sem resultados, não sabemos em qual local o Diego foi deixado", conta a esposa do desaparecido, Alexsandra Joaquim, 41. 
Arquivo pessoal
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 7,908 visualizações,  4 views today

Familiares e amigos de Diego Bastos Scott, 39 anos, voltaram a fazer buscas pelo morador do bairro Progresso, na tarde deste sábado, 17, na região entre o Laguna Internacional e a Praia do Gi. O local foi citado no depoimento dos policiais que atenderam à ocorrência na casa dele, no dia do seu desaparecimento há três meses.

A ideia partiu de Miguel Scott, 8 anos, filho do ex-jogador de futebol. “Ontem a noite ele pediu: ‘Mãe vamos procurar meu pai?’. Ai reunimos os amigos e fomos. Mas são buscas sem resultados, não sabemos em qual local o Diego foi deixado”, conta a esposa do desaparecido, Alexsandra Joaquim, 41.

Em determinado momento, Miguel chegou a pegar uma enxada e começar a procurar na areia, na esperança de encontrar algum vestígio do pai. “Foi bem triste para nós. A gente sai para fazer buscas e volta mais arrasada ainda”, diz Alexsandra. Ela revelou, em entrevista recente, que o filho está fazendo acompanhamento psicológico para ajudar a superar o desaparecimento de Scott.

Arquivo pessoal