‘Não vejo como derrota, mas como uma vitória pelo aprendizado recebido’, diz advogada lagunense após votação no TJ-SC

Apesar de não ter conseguido avançar para a próxima fase, a lagunense diz que se considera uma vencedora e agradece o apoio formado em volta de sua candidatura à vaga. 
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 2,456 visualizações,  4 views today

A advogada Patrícia Uliano Effting ficou em quarto lugar na formação da lista tríplice do Tribunal de Justiça (TJ) de Santa Catarina que indicará um advogado para a vaga de desembargador reservada ao Quinto Constitucional. A escolha dos três nomes foi nesta quarta-feira, 21, e agora eles serão submetidos à apreciação do governador Carlos Moisés (sem partido). Apesar de não ter conseguido avançar para a próxima fase, a lagunense diz que se considera uma vencedora e agradece o apoio formado em volta de sua candidatura à vaga.

“Recebi 39 votos de grandes desembargadores, os quais eu admiro. Os colegas que integram a lista têm uma história na advocacia e são de uma grandeza que me deixa mais honrada de ter participado do processo. Agradeço aos colegas que votaram em mim, aos desembargadores que confiaram seu voto. Não me vejo, ao final do processo como derrotada”, afirma, em entrevista ao Agora Laguna. Os nomes que irão para a mesa de Moisés são: Diogo Pitsica (76 votos), Wilson Pereira Junior (46 votos) e Carlos Salvalaggio (46 votos).

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Santa Catarina realizou eleição direta em junho. Dos 29 nomes, apenas seis foram selecionados e estes formaram a lista sêxtupla analisada pelos desembargadores do TJ-SC. “Agradeço também o apoio recebido em Laguna e dizer do orgulho da minha naturalidade, ser da terra de Anita é uma satisfação. Obrigado aos meus amigos, advogados ou não, e todas as pessoas que torceram, e à OAB pela democratização. Estou honrada e feliz. Não vejo como derrota, e sim como uma grande vitória pelo aprendizado recebido nesse processo”, completa a advogada, que é procuradora efetiva da prefeitura de Tubarão.

Notícias relacionadas