Presidente da Câmara de Laguna, Cleosmar Fernandes renuncia ao mandato

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 564 visualizações,  4 views today

O presidente da Câmara de Vereadores de Laguna, Cleosmar Fernandes renunciou ao mandato nesta terça-feira, 8. O político do MDB teve a carta em que oficializa o pedido lida na sessão ordinária.

O emedebista ocupava o cargo de vereador pela segunda vez. Ele foi eleito pela primeira vez em 2008 e voltou a vencer uma eleição em 2016. O emedebista é um dos vereadores detidos na segunda fase da Operação Seival, deflagrada em setembro. O político já teve pedidos de liberdade negados pela Justiça, o mais recente foi barrado no dia 5 de dezembro.

Cleosmar Fernandes chegou a ser escolhido pelo MDB para ser candidato a vereador, mas a candidatura foi barrada pela justiça em virtude de condenações judiciais.

Anteriormente, Thiago Duarte e Valdomiro Barbosa, ambos do MDB, também haviam renunciado ao mandato. Os dois também foram detidos pela Seival II, mas Barbosa teve a liberdade concedida na última sexta-feira.

Suplente será empossado

Com a renúncia de Fernandes, a vaga pertencente ao MDB passará a ser ocupada em defintivo por Francisco Salles Soares. Quarto suplente do partido, ele foi empossado em outubro até que os vereadores presos voltassem à Câmara.

Além dele, Waldy Sant’Anna Junior (candidato pelo MDB, mas hoje no PL) e Maria Aparecida dos Santos Ramos (MDB) assumiram as funções de vereador em definitivo no lugar de Duarte e Barbosa.

Na primeira fase da operação, os policiais prenderam o vereador Antônio César da Silva Laureano (MDB), que foi libertado um ano depois, mas não voltou ao Legislativo pois teve o mandato cassado. Em seu lugar assumiu Nádia Tasso Lima (candidata pelo MDB, mas hoje no DEM).

Previous
Next