Foto ilustrativa: Polícia Civil/Divulgação

A Divisão de investigação Criminal (DIC) de Laguna, concluiu as investigações referentes ao inquérito policial que tratava sobre uma suposta tentativa de homicídio qualificado, sofrida por R. P. D., 28 anos, na região conhecida como ‘Sem Terra’, bairro Barbacena, em Laguna, ocorrida no dia 5 de setembro de 2018.

Na época, o homem havia dito à polícia que tinha sido vítima de uma emboscada.

Segundo apurado pela DIC, na ocasião, a própria vítima, na posse de uma arma de fogo, acabou tentando coagir um outro morador daquela localidade, oportunidade em que o homem foi desarmado e alvejado com um tiro na barriga.

“A investigação apontou que o homem não era tão vítima como ele afirmava ser. Na verdade, ele se envolveu numa briga, no dia 02 de setembro, um domingo, quando deu coronhadas em um rapaz na região conhecida por ‘Sem Terra’ e na quarta-feira, retornou para novamente intimidar o irmão do rapaz agredido, onde no momento que foi guardar a arma, acabou sendo desarmado e baleado”, destaca Bruno Fernandes, delegado da DIC.

A vítima, que seria detentora de duas armas de fogo, tão logo recebeu alta hospitalar acabou sendo presa em flagrante pela Polícia Militar da cidade, na posse de outra arma.

Posteriormente, R. P. D. ainda foi investigado e já indiciado pela Delegacia da Mulher de Laguna por feminicídio, por ter matado a pauladas sua ex-companheira, também em Barbacena.

R.P.D. encontra-se atualmente preso na Unidade Prisional Avançada (UPA) de Laguna.