Veículos de carga com doações rumo ao RS estão isentos de pedágio; entenda

Além da isenção do pedágio, a portaria mantém outras medidas anteriormente adotadas pela ANTT, como a priorização e dispensa dos procedimentos de fiscalização nos postos de pesagem veicular em todas as rodovias federais concedidas para veículos de transporte rodoviário de cargas que transportem donativos.
Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) isentou de cobrança de pedágios os veículos de carga que seguem rumo ao Rio Grande do Sul com donativos, desde que estejam acompanhados de uma viatura oficial. A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) de quinta-feira, 9. De acordo com a autarquia, normativa emergencial quer agilizar e facilitar o transporte e a distribuição de donativos às comunidades afetadas no estado Rio Grande do Sul, que vivencia eventos climáticos adversos e severos.

A portaria ainda mantém todas as medidas e flexibilizações já anunciadas antes. O objetivo é facilitar o fluxo de suprimentos essenciais para as áreas afetadas, garantindo que a ajuda humanitária chegue de forma rápida e eficiente.

A ANTT manteve as recomendações às concessionárias de rodovias federais para facilitar o fluxo de veículos de transporte rodoviário de cargas transportando donativos.

Medidas mantidas

  • Atendimento prioritário e dispensa de fiscalização: os veículos de transporte rodoviário de carga que transportem donativos destinados ao atendimento da população atingida pela calamidade pública no Rio Grande do Sul serão prioritariamente atendidos e dispensados dos procedimentos de fiscalização nos Postos de Pesagem Veicular (PPV’s) em todas as Rodovias Federais Concedidas.
  • Flexibilização do transporte rodoviário de passageiros: os pontos de embarque e desembarque, a frequência mínima e o cumprimento do quadro de horários para as linhas de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros com destino ou origem no estado do Rio Grande do Sul serão flexibilizados, garantindo a continuidade da prestação de serviço de transporte à população.
  • Facilitação do fluxo de veículos de transporte rodoviário de carga: as concessionárias de Rodovias Federais serão recomendadas a envidar todos os esforços possíveis para facilitar o fluxo de veículos de transporte rodoviário de carga transportando donativos destinados ao atendimento da população atingida no estado.

Notícias relacionadas