Previous
Next

Secretário que pediu exoneração deve ficar mais alguns dias no cargo

No começo de novembro, a Secretaria de Saúde se tornou alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Vereadores após o surgimento de denúncias de superfaturamento na aquisição de kits de higiene bucal ao custo estimado de R$ 600.
Colaboração/Agora Lagunaa

O servidor efetivo Jadson Fretta seguirá por mais alguns dias à frente da Secretaria Municipal de Saúde. Ele havia pedido exoneração do cargo de secretário na quarta-feira, 29, mas deverá continuar, ao menos, até que a prefeitura encontre um nome para gerir a pasta, uma das mais importantes e visadas no contexto da administração pública.

Fretta está na função desde o dia 10 e antes era coordenador da Vigilância Sanitária. A nomeação ocorreu logo após a exoneração da então secretária Gabrielle Siqueira da Cunha, que estava no cargo desde janeiro de 2021 com pequenas interrupções no período.

No começo de novembro, a Secretaria de Saúde se tornou alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Vereadores após o surgimento de denúncias de superfaturamento na aquisição de kits de higiene bucal ao custo estimado de R$ 600.

Notícias relacionadas

Previous
Next