Novo comandante da Polícia Ambiental foca em manter bons índices da corporação

A PMA de Laguna tem cerca de 45 municípios sob sua jurisdição, indo de Imbituba até o Extremo Sul catarinense, ficando responsável, ainda, por algumas cidades na região da Serra. A corporação também possui um destacamento em Maracajá, para auxiliar na garantia da segurança militar ambiental para as cidades daquela região.
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 2,428 visualizações,  8 views today

Investido oficialmente no cargo de comandante da Polícia Militar Ambiental (PMA) de Laguna, o tenente Elton Roussenq, 38 anos, assumiu a função desejando manter os bons índices obtidos pela corporação. Números que foram elogiados publicamente pelos comandantes-gerais Dionei Tonet (PM) e Marledo Egídio Costa (PMA). As metas que o novo oficial traçou para unidade foram detalhadas em entrevista ao Portal Agora Laguna, momentos após a cerimônia que marcou a passagem de comando. O ato foi realizado nesta segunda-feira, 13.

A PMA de Laguna tem cerca de 45 municípios sob sua jurisdição, indo de Imbituba até o Extremo Sul catarinense, ficando responsável, ainda, por algumas cidades na região da Serra. A corporação também possui um destacamento em Maracajá, para auxiliar na garantia da segurança militar ambiental para as cidades daquela região.

“Vou conhecer mais do meu efetivo e das atividades que foram muito bem desenvolvidas, vide os comentários positivos dados pelo alto comando ao capitão Schneider, e vou buscar, logicamente, dar continuidade aos pontos positivos de toda a produtividade realizada”, disse.

Roussenq também adiantou que buscará incentivar o uso da tecnologia nas fiscalizações ambientais, mencionando a operação de preservação da mata atlântica, que será deflagrada nos próximos dias a nível estadual. O novo comandante da PMA de Laguna colocou a preservação do Complexo Lagunar como meta principal. “Vamos trazer para dentro da companhia uma atuação conjunta com membros de associações de pescadores, buscar soluções mais adequadas, sempre pautada na legalidade”.

Ex-comandante irá para o Estado Maior

“A avaliação é de missão cumprida. Temos uma área bastante abrangente e um efetivo técnico e comprometido. Claro, não damos conta de atender tudo ao mesmo tempo, pois não somos onipresentes; mas temos uma prestação de contas bastante a contento na preservação do meio ambiente”, comenta o capitão João Hélio Schneider, que deixou o cargo de comandante. “Fizemos diversas operações nos períodos de defeso, apreensões, e na área de fauna tivemos muitas apreensões de arma de fogo”, elenca.

Ele ficou à frente da função por cerca de dez meses e agora se despede da corporação de Laguna para atuar junto ao Estado Maior, um órgão importante na hierarquia organizacional da Polícia Militar (PM). Questionado se está preparado para a função, o ex-comandante garante: “Positivo. Estou preparado, vai ser muito bom para a carreira. Irei trabalhar com toda a dedicação e afinco, assim como fiz na 3ª Companhia de Polícia Militar”.

Previous
Next