Como planejar as suas finanças pessoais para o mês?

Está com dificuldade para pagar as contas do mês e precisa de ajuda para se organizar financeiramente? Quer saber como planejar as suas finanças pessoais para o mês? Mostraremos aqui algumas dicas de como planejar as suas finanças pessoais e evitar a conta negativa. Acompanhe!
Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,148 visualizações,  4 views today

Muitos brasileiros sofrem com problemas econômicos devido a falta de planejamento e organização com os gastos mensais. São produtos supérfluos, contas altíssimas, além de gastos desnecessários para determinados momentos.

Este é um fato comum, pois o Governo e nem a própria sociedade incentiva educação financeira fora do ambiente de trabalho. O senso comum acredita que esse tipo de ensinamento apenas é útil para empresas, contudo serve para todos os aspectos da vida.

Por isso, tendo em vista essa problemática recorrente na vida dos brasileiros, criamos uma lista de como planejar as finanças pessoais do mês de forma que auxilie para organizar toda a sua vida e evite dívidas futuras. Veja!

Finanças pessoais: organização em primeiro lugar

Antes de iniciarmos todo o nosso passo a passo de como planejar as finanças pessoais do mês, é preciso ter em mente que a organização é a chave de tudo – não somente em aspectos econômicos, mas também em outros pontos.

Quando você organiza seu lado financeiro, automaticamente suas prioridades mudam. Gastar com um lanche, por exemplo, apesar de ser um lazer, torna-se opcional e não tão frequente. Acredite, muitas pessoas deixam de pagar suas contas para gastar com outras coisas!

Organize onde você precisa gastar mais, onde deve economizar e onde pode continuar com a mesma quantia mensal. Dessa forma cria-se uma noção base do valor gasto durante um mês ou até em mais tempo.

Orçamento mensal

Depois de organizar a quantia gasta para aspectos pessoais, outro ponto importante é realizar um orçamento mensal. Pode parecer o mesmo item que o anterior, contudo, não é. Atente-se a isso!

O orçamento mensal pode variar de acordo com o mês. Por exemplo, se você trabalha como freelancer, seu salário varia de acordo com a demanda, ou seja, raramente há uma renda fixa para se apoiar. Em casos como esse é preciso deixar um dinheiro guardado de base para as suas contas.

Além disso, problemas podem acontecer. Um adoecimento, uma geladeira estragada, entre muitos outros infortúnios. Por isso é muito importante ter em mente o orçamento mensal para que o valor necessário já seja separado, além de economizar um pouco para casos problemáticos que podem acontecer.

Entenda mais sobre o mercado financeiro

Agora, visto que já entendemos sobre planejamento de finanças pessoais e organização desse capital, vamos mostrar uma pequena listinha sobre entendimento do mercado financeiro para que suas contas pessoais não sejam afetadas. Veja:

Aumento nas contas

Todos os anos os impostos aumentam, como é de praxe. Isso acontece pelo equilíbrio das contas da união com o aumento de salário dos trabalhadores. Contudo, nem sempre esse reajuste equivale ao aumento que o cidadão recebe, mesmo se tratando de algo injusto perante a sociedade.

Por isso, fique sempre atento aos aumentos que o Governo faz para que você não seja pego de surpresa na hora de fazer as compras do mercado ou até mesmo quando a conta de luz chegar em casa, pois os valores podem aumentar de uma hora para outra e você acabar endividado. Talvez, buscar entender aqui o que é pib pode te ajudar um pouco.

Excesso de itens supérfluos

Além da atenção redobrada quanto aos aumentos do Governo é preciso ter cuidado com gastos supérfluos e itens não necessários para determinados momentos. Às vezes nos acostumamos com o excesso de produtos e não percebemos que somente acumulamos.

Por isso, crie uma lista para saber o que realmente é necessário gastar e o que pode ser descartado nesse meio tempo. A partir dessa mudança de hábito, inicia-se uma nova fase de economia em sua vida.

Corte de gastos

Por último e complementando todos os itens anteriores, temos o corte de gastos. Às vezes é preciso mesmo que não seja algo supérfluo para não entrar no negativo e ainda acumular uma dívida.

Economize na conta de luz, água e outros para que as finanças pessoais não fiquem apertadas no final do mês. Busque por planos de celular mais baratos, TV à cabo mais em conta, entre outros tipos de economia.

Dicas para solucionar o problema

Portanto, chega-se à conclusão de que é possível fazer um planejamento para as finanças pessoais sem que a sua qualidade de vida seja afetada, somente adaptada para uma nova realidade. Mas, caso você necessite de um empréstimo para ajudar em suas contas, procure por empresas no mercado que oferecem esse serviço de maneira segura e transparente, assim como a CashMe.

A CashMe é especialista em empréstimo com garantia de imóvel e o mesmo conta com taxas inferiores a 1%, diferente de muitas outras instituições financeiras. Além disso, é possível realizar o pagamento em até 180 meses, facilitando o quitamento desta contratação e auxiliando no seu lado econômico.

A partir de uma análise de crédito, a fintech promete ajudar você, consumidor, a sair das dívidas o quanto antes.

Notícias relacionadas

Previous
Next