Vacinação em gestantes retorna em Laguna com Coronavac

Mulheres que se enquadrem nesse grupo devem procurar sua unidade de saúde para agenda a vacinação. Ainda de acordo com a prefeitura, para que sejam vacinadas, elas devem comprovar a condição de risco (comorbidade) por meio de relatório médico com a prescrição da vacina.
Foto: Tânia Rêgo/ABr
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,396 visualizações,  8 views today

Laguna anunciou, nesta quarta-feira, 19, a retomada da vacinação em gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filhos a menos de 45 dias). A imunização desse público será com o imunizante Coronavac, desenvolvido pelo Laboratório Sinovac (China) e Instituto Butantan (SP).

Mulheres que se enquadrem nesse grupo devem procurar sua unidade de saúde para agenda a vacinação. Ainda de acordo com a prefeitura, para que sejam vacinadas, elas devem comprovar a condição de risco (comorbidade) por meio de relatório médico com a prescrição da vacina.

A vacinação havia sido suspensa por orientação técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), reguladora do setor. Apesar da retomada com a Coronavac, a aplicação utilizando a vacina Covishield (Oxford/Fiocruz/AstraZeneca) segue suspensa.

Nesta semana, a cidade juliana vacina pessoas acima de 40 anos ou mais até 18 anos ou mais, que se enquadrem no conjunto de comorbidades.

Primeira fase da vacina para pacientes com comorbidades inclui

  • Pessoas com Síndrome de Down, independente da idade (18 a 59 anos);
  • Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise), independente da idade (18 a 59 anos);
  • Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea, independente da idade (18 a 59 anos);
  • Gestantes e puérperas com comorbidades, independente da idade (maiores de 18 anos);
  • Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), independente da idade (18 a 59 anos);
  • Pessoas com comorbidades e deficiência permanente de 55 a 59 anos;
  • Pacientes com asma grave será solicitado atestado médico e receituário de medicação que foi usado no último ano.

Segunda fase da vacina para pacientes com comorbidades inclui

  • Pessoas com deficiência permanente e gestantes e puérperas, independentemente de condições pré-existentes considerando os seguintes critérios de priorização por faixa etária, de forma escalonada da maior para a menor idade, de acordo com os seguintes grupos: 54 a 50 anos; 49 a 45 anos; 44 a 40 anos; 39 a 35 anos; 34 a 30 anos; e 29 a 18 anos.