Laguna começa a agendar vacina para pessoas com comorbidades; saiba quem pode

Vacinação vai ocorrer entre 12 e 14 de maio.
Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom-SC
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 6,256 visualizações,  4 views today

A prefeitura de Laguna abre, na segunda-feira, 10, o processo de agendamento para vacina contra coronavírus de pacientes com comorbidades entre 50 e 59 anos e para pessoas com mais de 18 anos que se enquadrem nos requisitos da primeira fase. O agendamento é feito através das unidades de saúde.

Para que a pessoa receba a vacina é necessário apresentar atestado médico ou declaração da unidade básica do paciente com a comorbidade apresentada e código CID.

A imunização ocorre durante a semana, nas unidades:

  • 12 e 13 de maio – postos centrais e Farol
  • 13 de maio – Caputera, região da ilha e Passagem da Barra
  • 14 de maio – Ribeirão e Farol

Telefones das unidades para agendamento

Cabeçuda – 3644-2076
Campo de Fora – 3647-6377
Caputera – 3644-3248
Magalhães – 3644-0602
Mar Grosso – 3644-4826
Passagem da Barra – 3647-1742
Portinho – 3646-0174
Progresso – 3646-0082
Ribeirão Pequeno – Agendamento direto no posto.

Primeira fase da vacina para pacientes com comorbidades inclui

  • Pessoas com Síndrome de Down, independente da idade (18 a 59 anos);
  • Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise), independente da idade (18 a 59 anos);
  • Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea, independente da idade (18 a 59 anos);
  • Gestantes e puérperas com comorbidades, independente da idade (maiores de 18 anos);
  • Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), independente da idade (18 a 59 anos);
  • Pessoas com comorbidades e deficiência permanente de 55 a 59 anos;
  • Pacientes com asma grave será solicitado atestado médico e receituário de medicação que foi usado no último ano.

Segunda fase da vacina para pacientes com comorbidades inclui

  • Pessoas com deficiência permanente e gestantes e puérperas, independentemente de condições pré-existentes considerando os seguintes critérios de priorização por faixa etária, de forma escalonada da maior para a menor idade, de acordo com os seguintes grupos: 54 a 50 anos; 49 a 45 anos; 44 a 40 anos; 39 a 35 anos; 34 a 30 anos; e 29 a 18 anos.