Cobrança de pedágio em Laguna tem início autorizado; veja valores

De início, a concessionária fará o que se chama de cobrança branca, que consiste em parar os motoristas nas cancelas e orientá-los que dentre pouco tempo terão de pagar os valores relativos ao pedágio. Há praças também em Tubarão, Araranguá e São João do Sul.
Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 12,084 visualizações,  4 views today

A cobrança de pedágio em Laguna, Araranguá, Tubarão e São João do Sul deve iniciar oficialmente à meia-noite do dia 2 de maio, domingo. A Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) publicou no Diário Oficial da União (DOU), desta quinta-feira, 22, a deliberação de autorização para que a Concessionária Catarinense de Rodovias S.A (CCR ViaCosteira) ative as praças. A BR-101 foi privatizada há um ano e começou a ter gestão da subsidiária do grupo CCR em agosto.

A deliberação tem 10 dias para entrar em vigor. De início, a concessionária fará o que se chama de cobrança branca, que consiste em parar os motoristas nas cancelas e orientá-los que dentre pouco tempo terão de pagar os valores relativos ao pedágio. A tarifa-base original era R$ 1,97, mas após reajuste de 8,83% pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA), o valor foi para R$ 2,14 e ficou fixado em R$ 2,10.

Toda a estrutura de cobrança já se encontra pronta, incluindo as bases do serviço de apoio ao usuário. “Passamos a eles tudo o que nosso usuário precisa saber sobre esse início de cobrança, para que não reste nenhuma dúvida. Os colaboradores da Concessionária estão inteiramente aptos a informar sobre métodos de pagamento, valor por eixo, questão de isenção, além de outras dúvidas que o usuário possa vir a ter”, afirmou o gerente de Atendimento da CCR ViaCosteira, Diogo Stiebler, via assessoria.

Segundo a CCR, na cobrança automática são aceitas as tags das operadores Veloe, SemParar, MoveMais, C6Bank e ConectCar. O usuário deve buscar junto à empresa fornecedora de sua preferência, detalhes para saber como contar com o serviço.

Confira os valores

  • Automóvel, caminhonete e furgão – R$ 2,10 (valor-base)
  • Caminhão leve, ônibus, caminhão-trator e furgão – R$ 4,20
  • Automóvel e caminhonete com semirreboque – R$ 3,15
  • Caminhão, caminhão-trator, caminhão-trator com semirreboque e ônibus – R$ 6,30
  • Automóvel e caminhonete com reboque – R$ 4,20
  • Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (4 eixos) – R$ 8,40
  • Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (5 eixos) – R$ 10,50
  • Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (6 eixos) – R$ 12,60
  • Motocicletas, motonetas e bicicletas motorizada – R$ 1,05
  • Veículos oficiais e corpo diplomático – isentos

Notícias relacionadas