Pesca da tainha começa neste dia 1º

No último mês, o governo federal divulgou um leve incremento nas cotas definidas para a pesca em portaria conjunta dos ministérios do Meio Ambiente e da Pesca e Aquicultura (MMA/MPA).
Divulgação

Enquanto muitos aproveitam o feriado nacional do Dia do Trabalhador, pescadores de todo o litoral Sul se lançam ao mar em uma rotina que vai durar pelos próximos dois meses. É a pesca da tainha (Mugil liza) que está liberada a partir desta quarta-feira, 1º.

Em Laguna, não é difícil encontrar pescadores de tainha. Nas encostas, nas praias – principalmente na região do Farol de Santa Marta, onde há o arrasto –, no Molhes da Barra – onde há interação com botos – eles estão lá, tarrafeando.

No último mês, o governo federal divulgou um leve incremento nas cotas definidas para a pesca em portaria conjunta dos ministérios do Meio Ambiente e da Pesca e Aquicultura (MMA/MPA).

Para 2024, a cota de captura para a pesca cerco/traineira (industrial) é de 480 toneladas e de 586 para o emalhe anilhado é de 586 toneladas. Na visão do governo estadual, o montante ainda ficou abaixo das expectativas dos pescadores defendidas em inúmeras reuniões com o MPA.