Mulher diz ter sido ameaçada por flanelinha no Centro Histórico

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,176 visualizações,  4 views today

Uma mulher, 40 anos, relatou à Redação do Portal Agora Laguna ameaças recebidas quando saia do trabalho por volta das 19h, de quarta-feira, 18. O caso ocorreu no Centro Histórico de Laguna.

De acordo com o depoimento, compartilhado em anonimato, ela saiu do serviço e passou em um estabelecimento comercial quando foi abordada por um flanelinha. “O rapaz me abordou dizendo que era cinco reais para olhar o carro. Ele não perguntou; afirmou. Na volta do mercado, me abordou grosseiramente exigindo o dinheiro”, relata.

A mulher conta que afirmou não possuir a quantia e entrou no automóvel às pressas. “Começou a bater forte no vidro e me xingou, e ainda estava sem máscara. Fui tentando sair com carro e ele começou a bater no vidro e na lata, e me ameaçou para não aparecer mais ali. Fiquei muito assustada. Não tinha ninguém para ajudar, uma moça estacionou do meu lado e foi para o mercado”, completa. O caso foi comunicado à polícia.

Orientação

Portal buscou posicionamento da prefeitura de Laguna que informou ter conhecimento da situação. Segundo o secretário Enivaldo Torres, da Assistência Social e Habitação, os flanelinhas são pessoas em situação de rua e que alguns possuem cadastro junto ao Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas).

“Vou verificar junto a eles sobre os cadastros e viabilizar aqui uma espécie de orientação, até mesmo integrando a Guarda Municipal para orientação. Mas tomaremos providências de Verificação de condição social e Programação de Orientação Social pelo Creas”, disse o gestor.

Relembre: flanelinha foi agredido em 2020

Em fevereiro de 2020, um caso de agressão entre dois flanelinhas chamou a atenção. Uma discussão entre eles, resultou em uma briga, onde um deles acabou sofrendo pauladas. Relembre aqui.

Notícias relacionadas