Hotel de Laguna denuncia falso perfil em rede social

Na rede, o perfil oficial do hotel é ravena_cassino_hotel, com o sinal de underline (_) separando os termos do nome do estabelecimento. O falso utiliza o sinal gráfico de pontuação (.) para imitar o original.
Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 3,932 visualizações,  4 views today

Um perfil falso criado por golpistas, na rede social Instagram, está utilizando o nome do Ravena Cassino Hotel, do Mar Grosso, para enganar usuários na internet e promover, dentre outras ações, o golpe da clonagem por WhatsApp. A prática não é recente na cidade de Laguna.

A página fake envia mensagens a pessoas oferecendo vantagens e pede o telefone da possível vítima. Nesse momento, a outra pessoa recebeu um código de confirmação e é orientada a compartilhar a sequência númerica. Esses números são usados para gerar contas clonadas no aplicativo.

Na rede, o perfil oficial do hotel é ravena_cassino_hotel, com o sinal de underline (_) separando os termos do nome do estabelecimento. O falso utiliza o sinal gráfico de pontuação (.) para imitar o original.

De acordo com Juliano Neves, gerente do hotel, um boletim de ocorrência foi registrado. “Estamos denunciando ao Instagram, mas é demorado. Quem puder denunciar o perfil, isso também ajuda. Já já vamos conseguir derrubar o fake“, diz.

Proteção

Não é muito difícil se manter seguro na internet. O técnico de informática Gustavo Helmut Gluch, ouvido pela reportagem do Portal, explica que existem muitas formas de se manter protegido, principalmente utilizando telefone celular, e para isso é importante prestar atenção em tudo que é recebido em aplicativos de mensagem ou correio eletrônico.

“Clonagens ocorrem por diversos motivos: acesso ao código de segurança recebido via SMS ou ligação, acesso ao e-mail do usuário enfim, várias formas , por isso o ideal é proteger tudo que for sua identidade digital, desde sua conta de e-mail até seu aplicativo de WhatsApp. As próprias empresas já oferecem estes recursos, porém os usuários fazem pouco caso deles e assim acabam caindo em golpe”, detalha.

Uma dica básica dada pelo profissional é que as pessoas mais leigas no assunto procurem instalar aplicativos de antivírus de empresas de confiança. “Celular seguro é fácil. O Android [sistema operacional] é baseado em Linux, um sistema de computador e que por si só já é bastante seguro – mais que Windows. Para manter uma boa estabilidade operacional, deve se atentar a não instalar aplicativos desconhecidos, muito menos abrir links ou e-mails que não conheça a fonte. É igual um computador”, reforça Gluch.

Os aplicativos têm estratégias de segurança, o próprio WhatsApp oferece a opção de os usuários reforçarem a proteção com a definição de um número pessoal de identificação (PIN, na sigla em inglês) e a verificação em duas etapas. “O mais sensato é antes de instalar qualquer app ler quais métodos de segurança a empresa oferece”.

Previous
Next