Barranceira celebra padroeiro São Sebastião

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 12,796 visualizações,  32 views today

Centenária tradição da comunidade católica do bairro Barranceira, na região Norte de Laguna, as celebrações em honra ao mártir São Sebastião tiveram sua programação divulgada pela equipe de festeiros. As celebrações vão de 20 a 24 de janeiro.

Adaptada em relação à pandemia do novo coronavírus, a novena foi reduzida a apenas quatro dias de missa e um de procissão. No dia do padroeiro, quarta-feira, 20, os fiéis poderão ir à igreja durante todo o dia, com observação às normas de distanciamento e prevenção ao contágio pelo novo coronavírus.

No último dia da programação, 24 de janeiro, é preparada uma live de adoração e louvor com os grupos de canto da comunidade. A equipe de organização reforça que todos os protocolos sanitários serão seguidos.

As transmissão ao vivo acontecem através da página do Conselho Pastoral da Comunidade (CPC) de Barranceira, no Facebook. Acesse aqui.

Tradição vem desde 1884

Soldado do Império Romano, Sebastião se voltou contra a crença em deuses da época e se converteu ao cristianismo, professando a fé em sigilo para não ser perseguido pelo imperador Dioclesiano. A conduta branda para com os católicos daquele tempo levou à um julgamento sumário com sua morte ordenada pelo comandante imperial.

Condenado à flechadas, sobreviveu; novamente condenado, agora ao espancamento, não resistiu e teve o corpo jogado no sistema de esgoto público, sendo resgatado por Santa Luciana e sepultado nas catacumbas. Sua celebração litúrgica é em 20 de janeiro.

Já a história da relação da comunidade com o mártir católico é passada de geração para geração. Inicia em 1884 com a passagem de um caixeiro-viajante, hospedado na casa da moradora Alexandra André, prometeu retribuir a estadia mandando vir do Rio de Janeiro (então capital imperial brasileira, que também tem o santo como padroeiro) uma estampa com a imagem de São Sebastião.

Passados alguns meses, a pintura do padroeiro chegou ao porto de Laguna em setembro de 1884 e foi mantida com muito zelo por Alexandra e depois por sua filha, Marcelina, que todos os anos faziam novenas em celebração ao mártir católico. O quadro histórico é preservado pela comunidade e exposto em todos os dias de celebração das novenas de São Sebastião.

Programação

  • 20 de janeiro (quarta-feira, dia do padroeiro) – missa festiva às 10h, aberta ao público, com transmissão virtual pelo Facebook do CPC de Barrancceira.
  • 21 de janeiro (quinta-feira) – celebração festiva às 19h30.
  • 22 de janeiro (sexta-feira) – celebração festiva às 19h30.
  • 23 de janeiro (sábado) – missa festiva às 18h.
  • 24 de janeiro (domingo) – procissão motorizada às 8h com live de adoração transmitida pelo Facebook.

Previous
Next