PMs de Laguna prestam apoio à polícia de Criciúma após assalto a banco

Foto: Thiago Hockmüller/Engeplus
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 540 visualizações,  4 views today

Policiais militares de Laguna foram deslocados para reforçar as equipes de segurança de Criciúma após o assalto à uma agência do Banco do Brasil ocorrido entre o fim da noite de segunda-feira, 30, e o começo da madrugada desta terça-feira, 1º. A violência vivida na cidade é inédita no Sul de Santa Catarina.

O reforço foi solicitado ainda durante a madrugada. Além de Laguna, foram enviados ao município militares de Tubarão, Imbituba, Braço do Norte, e de outras cidades catarinenses e também do Rio Grande do Sul.

“O 28º Batalhão, assim como todas as unidade da região, estão prontos, para, em condições de, prestar qualquer tipo de apoio aos demais batalhões do estado, a fim de defender a população catarinense”, reafirma o comandante da PM de Laguna, tenente-coronel Rogério Bartolamei.

O número de policiais encaminhados não foi divulgado por motivos operacionais.

Criminosos fizeram refém e fugiram com dinheiro

Por volta da meia-noite, ao menos 30 homens invadiram a tesouraria regional do Banco do Brasil em Criciúma e fugiu com o dinheiro que estava no cofre. Fortemente armados, os criminosos ainda causaram incêndios, bloquearam ruas e acessos à cidade, usaram reféns como escudos e atiraram inúmeras vezes.

Ao menos dois caminhões foram incendiados. Um em frente ao Batalhão da PM em Criciúma e um no túnel do Morro do Formigão, em Tubarão, onde foram deixados ‘miguelitos’, que são pregos usados para furar pneus de carros. A sede da polícia também foi alvejada por tiros, assim como vidraças de lojas e de outras agências bancárias.

Funcionários do departamento de Trânsito da prefeitura municipal que trabalhavam na pintura de faixas de pedestre foram feitos reféns e deixados amarrados no meio da estrada. Os criminosos também ameaçaram os comunicadores da Rádio Eldorado AM, que transmitia o fato, motivando o encerramento da transmissão.

Nesta manhã, a polícia encontrou 10 carros utilizados pelos criminosos. Os veículos estavam em um milharal em Nova Veneza, cidade vizinha. No crime desta madrugada, um vigia foi baleado e um policial militar atingido por tiro. O agente passou por três cirurgias e se recupera, mas seu estado de saúde é grave.

O banco informou em nota que funcionários não foram feridos, que não há previsão para reabertura da agência. A quantia levada da tesouraria não foi revelada.

Ao menos R$ 810 mil foram recuperados com quatro pessoas que pegaram o dinheiro que caiu durante a fuga dos bandidos.

Notícias relacionadas

Previous
Next