Nova matriz de risco mantém Amurel e mais 11 regiões como grave

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 296 visualizações,  4 views today

Atualizada no fim da noite de quarta-feira, 11, a matriz de risco potencial do novo coronavírus em Santa Catarina manteve a Amurel e mais 11 regiões como sendo de risco grave. A matriz é usada para definir as ações de enfrentamento à Covid-19.

De acordo com os dados, as regiões da Grande Florianópolis e Xanxerê foram classificadas como de risco potencial gravíssimo (cor vermelha). Há apenas uma região considerada de nível alto (cor amarela).

Nesta quinta-feira, 12, o governo corrigiu o mapa e informou que o Meio-Oeste catarinense está em classificação grave. A matriz foi reavaliada após consulta ao sistema de leitos de UTI disponíveis no estado.

A matriz traz alertas específicos. Segundo o governo, mesmo graves as regiões do Oeste, Planalto Norte e Laguna obtiveram pontuação muito próxima do nível gravíssimo. A Amurel também está em alerta devido à ocorrência de óbitos e o comportamento da pandemia, situação idêntica da Serra e da Grande Florianópolis.


Atualizado em 12.11.2020

Notícias relacionadas

Previous
Next