Foto ilustrativa: Diego González/Unsplash

Mais de 70 anos depois da primeira transmissão de televisão no Brasil – comemorados este mês –, o sinal analógico usado para captação das imagens das emissoras ainda segue em fase de desativação. Dede 2007, os canais passam por um processo de digitalização e com isso vão desligando o sistema mais antigo de transmissão. Em Laguna, a previsão é que até março de 2023, todas as estações estejam transmitindo digitalmente.

A cidade juliana não tem canais próprios de televisão e os sinais que chegam às antenas dos lares da cidade são gerados em repetidores. Elas são antenas que captam a transmissão da emissora e amplificam o sinal que é captado pelos televisores em cada casa.

“Está chegando ao fim a era da transmissão analógica da TV aberta em Santa Catarina, passando para digital um sistema de transmissão com qualidade superior de imagem e som”, reconhece o técnico Luis Adelmo, que trabalha com equipamentos de televisão.

Para os telespectadores, a imagem melhora (o formato da imagem passa de um quadrado 4:3 para retangular 16:9, permitindo mais profundidade), o som também ganha mais qualidade e há mais estabilidade no sinal, acabando com os famosos “fantasmas”. De acordo com Adelmo, o telespectador de Laguna não precisa se preocupar, que não irá ficar sem a televisão.

Nos televisores produzidos a partir de 2012, já há um conversor internamente, o que não necessita gastos com equipamentos a parte. Nos equipamentos mais antigos é necessário comprar essa peça para que o televisor capte os sinais digitais. “Fique tranquilo. Você terá obrigatoriamente que adquirir um conversor para sinais digitais para aproveitar ainda seu equipamento antigo com imagens com uma melhor qualidade. Este equipamento tem um custo baixo e esta a disposição nas lojas do ramo”, orienta o técnico.

A desativação vai permitir, entre outros benefícios, que o governo amplie a oferta de faixa de sinal para que as operadoras de telefonia melhorem a qualidade do sinal de internet com tecnologia 4G e 5G, por exemplo. A mesma situação ocorre com as emissoras de rádio AM, que estão há quatro anos fazendo a migração para o FM – Laguna não tem mais transmissão em amplitude modulada desde 2017.

Planejamento das emissoras

Portal Agora Laguna buscou as emissoras que têm sinal retransmitido na cidade para saber as datas em que pretendem desligar a repetição analógica de suas transmissões. A NSC TV (antiga RBS TV) agendou para esta quarta-feira, 30, o desligamento do seu sinal analógico. O canal transmite para a cidade juliana as imagens que são geradas pela sua filial de Criciúma.

O desligamento vai atingir ainda as cidades de Tubarão, Pescaria Brava, Garopaba, e outras que têm sua captação vinda da estação criciumense. O canal digital consignado para a afiliada da Rede Globo em Laguna é 13.1.

Emissora universitária que completa 14 anos nesta quarta, a UnisulTV, afiliada da TV Cultura, aguarda autorização do recém-recriado Ministério das Comunicações (MiniCom) para fazer a conversão do sinal. “Nosso projeto é digitalizar o mais breve possível, contudo, o governo federal vem das grandes cidades para as cidades do interior do país. Quando ocorre desligamentos como os que estão acontecendo é por causa da entrada de sinal de centros urbanos maiores”, explica o diretor-geral do canal, Ildo Silva da Silva.

Silva também explica que o processo de conversão também passa pela área tecnológica. “Os equipamentos para a digitalização são distintos dos atuais equipamentos analógicos em uso. Vamos submeter ao governo o projeto da digitalização. Quando o governo autorizar faremos a aquisição do novo parque tecnológico de geração do sinal e a consequente instalação e entrada no ar do novo sinal de TV digital”, complementa.

Embora já esteja com o sinal digital disponível no canal 7.1, a NDTV, afiliada da RecordTV, vai continuar com a repetição analógica até o final do prazo em 2023. Já o SCC SBT, cujas imagens podem ser encontradas no canal 3.1, deve continuar com o sinal analógico até o fim deste ano, segundo informações divulgadas por portais de notícias especializados em televisão.

Agora Laguna não conseguiu localizar a TV Barriga Verde (TVBV), afiliada da Rede Bandeirantes, para obter mais detalhes sobre os planejamentos da emissora quanto ao desligamento do sinal analógico de televisão em Laguna.