#SóAcho: Está decretado que estamos indecisos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 664 visualizações,  4 views today

Foto: Luis Claudio Abreu/Agora Laguna

E O DECRETO PREFEITO? O esperado decreto de Laguna deixou muitos comerciantes correndo de lá para cá e até em carreata. Na quarta era esperado até altas horas, e nada, passou para quinta o que não aconteceu e agora ficou para sexta feira. Laguna também teria contrariado o que foi recomendado pelo comitê municipal da cidade vizinha de Tubarão e também do que teria ficado definido em reunião regional da Amurel. Laguna segue abrindo o comércio durante a semana, entre segunda a sexta, e fechando nos finais de semana (sábado e domingo).

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Não teve consenso e isso ficou claro, a pressão foi grande em cada gestor municipal, isso é certo. Claro, há opiniões contrárias também dos favoráveis a fechar tudo e dos que defendem a opinião de tudo aberto. O problema é que enquanto se escreve o texto nas linhas finais, tudo mudou, ou melhor, tudo fecha novamente. Uma coisa é certa, vou procurar o fim da linha para descer do busão. Mas será que vai passar?

COMPLETAMOS quatro meses dessa nova realidade e até agora ainda existe um desencontro muito grande de informações; falo nas esferas do governo federal, estadual e acaba sobrando para os governos municipais de formas corretas no combate a essa pandemia da Covid-19. Cada estado, cada município, tem sua realidade e muitas vezes o que observamos é que o “remédio” de alguns não servem para os outros, por isso, estamos por esse momento delicado.

NA VILA VITÓRIA chamou a atenção em dias de temporal, as águas misturadas da chuva com o que era para ser esgoto. Para a Casan, o problema se repete considerando muitas ligações de esgoto irregulares jogando muita água da chuva nas caixas de inspeção e ainda, quando chove muito alguns moradores abrem as tampas de Poços de Visitas (PVs) da Casan para escoar a água da chuva, fazendo com que essa grande quantidade de água transborde. É uma novela antiga e quem acaba sofrendo é a população.

Divulgação

CAMARÃO EM DEFESO: Iniciou dia 15 de julho e irá até 15 de novembro, proibindo a pesca do camarão em todo o Complexo Lagunar envolvendo Camacho, Garopaba do Sul, Imaruí, Mirim, Santa Marta, Santo Antônio, outras lagoas marginais e tributários. Durante esse período, fica proibido o uso de qualquer tipo de apetrecho de pesca para a captura do camarão e o pescador deverá atentar para as seguintes determinações: todas as redes de aviãozinho deverão ser retiradas das lagoas pertencente ao Complexo Lagunar Sul e depositadas em locais fora desses ambientes lacustres. O flagrante da atividade de pesca do camarão, durante esse período, ensejará responsabilidades nas esferas administrativa e criminal. As penas podem chegar até três anos de detenção e multas administrativas de até R$ 100 mil. A fiscalização será intensificada durante todo o período do defeso com o objetivo de coibir a prática da pesca irregular para a espécie. Que os pescadores saibam respeitar.

FICO PENSANDO: O “pico” dos casos que era para abril, passou para maio, depois junho, julho e agora passou para agosto. Já não coloco a mão no fogo se passar para dezembro e lá se foi o Papai Noel, Réveillon e temporada de verão. A “quarentena” era para os governos equiparem hospitais até os de campanha para dar suporte, evitando assim o colapso da saúde. O que se vê é que após quatro meses, pouca coisa mudou, hospitais estão chegando ao máximo, não só os do SUS, como também os particulares e convênios. Nos dias atuais ainda é possível ver pessoas nem aí para isso tudo que assusta muita gente. Basta ver aqui na cidade filas bancárias sem cuidados, principalmente de distanciamento. É tudo grudado e misturado. Se vê ainda famílias em supermercados e similares; digo pai, mãe e filhos (1, 2 ou 3) quando os avós não vão juntos. Se o recomendado é para ficarem em casa o maior tempo possível se organizando, para quando saírem já comprarem de uma vez só o que necessitam, como alimentação e remédios, preferem fazer uma coisa de cada vez ou a cada dia diferente (falo alguns). No mês de julho em nossa cidade, até o dia 16, foram mais de 56 mulheres contaminadas; bem mais que os homens, que foram 33 contaminados, aproximadamente.

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

Acho que daqui para frente é cada um por si, cada um que se cuide como achar que deve. Seguir regras e recomendações para o bem da saúde coletiva não vem dando os resultados necessários para o controle dessa desconhecida pandemia. Não temos remédios, não temos vacinas, apenas procedimentos diversos, conforme o caso sendo ministrados nos pacientes. Quem achar que deve, mantenha o isolamento social (recomendado); quem achar que deve, pode utilizar todos os meios de higiene pessoal (recomendado); quem achar que deve, mantenha o distanciamento (recomendado); quem achar que deve, use máscara (fará bem para você e para o outro); quem achar que deve, seja consciente sabendo que a liberdade de cada um termina onde começa a liberdade do outro. Minha opinião, falei, minha opinião!

PROJETO DO FELIPE: Agora os presos em Santa Catarina deverão arcar com os custos do uso dos equipamentos de monitoração eletrônica, como são denominadas as tornozeleiras, além de ficar responsáveis por conservar o equipamento em perfeitas condições de uso, ficando responsável por ressarcir o poder público caso haja dano ou avaria ao equipamento. A lei foi criada a partir de um projeto do Deputado Felipe Estevão (PSL), aprovado na Alesc e sancionado pelo do Governador Carlos Moisés da Silva (PSL).

REVITALIZADA: Agora na rotatória do Centro Histórico, vasos “derramam” flores chamando a atenção de quem trafega pelo local. Essa, segundo a prefeitura e a Fundação Irmã Vera foi a forma encontrada de contribuir com a autoestima da nossa população. Tenho que citar o nome do Valmor, presidente da entidade, que vem dando um trato especial em nossas praças e em outros pontos da cidade e claro, sei que ele tem apoio de uma equipe competente dando todo o suporte.

Foto: Elvis Palma / Agora Laguna

LOCKDOWN deixou muitas pessoas preocupadas, após noticiarem em vários meios de comunicação como medidas a serem adotadas nos municípios da região da Amurel. O fechamento total das atividades em Tubarão foi anunciado no meio da semana em reunião com representantes do comitê municipal da cidade azul, porém a conversa tomou outros rumos durante a live que seria comunicativa e virou debate quase político, com alguns prefeitos voltando atrás de suas decisões. Como diria o Candinho da novela: “ê lasqueira”.

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

EM MEIO A PANDEMIA, nossa Ponte Anita Garibaldi completou 5 anos de sua inauguração que ocorreu em 2015. Ainda bem que agora tem um luz, não no final do túnel, mas nos vãos centrais da ponte.

ESCUTANDO a coletiva dos prefeitos da Amurel dá para perceber que todos não tem mais certeza de nada. Escutar a frase “prejuízo eleitoral” me doeu na alma nesse momento. Quem ontem defendeu uma posição, hoje pulou fora e dá para perceber que estamos completamente nas mãos do tempo diante de um inimigo que ainda não é conhecido. Que Deus nos proteja daqui para frente e que tenha piedade e conforte as famílias que irão perder seus entes queridos. Nossa parte é cuidarmos uns dos outros, sendo responsáveis principalmente. Nesse momento, minha saúde depende da sua e a sua depende da minha. Minha opinião, repito: “Que Deus nos proteja daqui para frente”.


ELVIS PALMA – Funcionário público estadual, formado em administração de empresas e fotógrafo. Escreve às sextas-feiras, na coluna #SóAcho, com fatos e fotos da cidade de Laguna.

As informações e opiniões expressas no texto não representam o pensamento do Portal Agora Laguna.

Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Agora Laguna.

Útimas Notícias