Foto: Getty Images

O 25º caso de contaminação pelo novo coronavírus em Pescaria Brava foi confirmado na noite desta quinta-feira, 25, conforme boletim epidemiológico emitido pela prefeitura municipal. Há 15 pessoas com vírus ativo na cidade e dez já estão curadas.

O novo caso confirmado é de um homem, 57 anos, morador da comunidade de Laranjeiras, que está cumprindo isolamento domiciliar.

Segundo o boletim, 89 pessoas tiveram resultado negativo para coronavírus e cinco pessoas ainda aguardam resultado dos exames do Lacen – um morador está esperando pelo teste internada na UTI do Hospital Nossa Senhora da Conceição em Tubarão.

SC tem quase 22 mil casos confirmados

O governo catarinense informou que o estado contabiliza, nesta quinta, o total de 21.951 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. O número de casos curados alcança 16.945 e há 4.717 pacientes em acompanhamento.

Desde março, 289 mortes foram registradas em decorrência do novo coronavírus e a taxa de letalidade em Santa Catarina é de 1,37%. As mortes mais recentes ocorreram em Balneário Camboriú (homem, 77 anos, e mlher 80), Brusque (mulher, 48), Caibi (mulher, 84), Concórdia (mulher, 70), Gaspar (mulher, 62), Itajaí (homens, 75 e 80), Jaraguá do Sul (homem, 70) e Penha (homem, 73).

Em Santa Catarina, há 262 cidades com ao menos um caso confirmado. Entrou para a lista o município de Anitápolis passou a figurar na lista. No topo está Chapecó, que registra 2.360 casos. Na sequência, aparecem Itajaí (1.484), Joinville (1.283), Blumenau (1.264), Florianópolis (1.250), Concórdia (1.205), Balneário Camboriú (1.176), Criciúma (569), Xaxim (501) e Palhoça (472).

Há 1.316 pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, dos quais 860 estão ocupados, sendo 251 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19. A taxa de ocupação geral é de 65,3% e há 456 leitos vagos atualmente.

Brasil

As estatísticas do novo coronavírus no Brasil aponta que há 54.434 mortes confirmadas com relação com a doença e 1.207.721 casos positivos. Os números são do levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das Secretarias estaduais de Saúde e mostram o panorama das 13h.

Divulgação/PMPB