Divulgação

Neste domingo, 7, após uma sequência de casos confirmados diariamente, com um crescimento aproximado de 70,6% em uma semana, Laguna não positivou, nem negativou nenhum teste para coronavírus, como indica o boletim epidemiológico da prefeitura municipal. Os números permaneceram os mesmos das estatísticas divulgadas no dia anterior.

Atualmente há 11 pessoas com o vírus ativo no município:

  • um homem do Farol de Santa Marta, idade entre 35 e 45 anos, confirmado em 31 de maio
  • um homem do Magalhães, entre 35 e 45, confirmado em 1º de junho
  • um homem do Mar Grosso, entre 35 e 45, confirmado em 1º de junho
  • um homem de Morro Grande, 50, confirmado em 3 de junho
  • um homem de Cabeçuda, 56 anos, confirmado em 4 de junho
  • uma mulher de Cabeçuda, 42 anos, confirmada em 4 de junho
  • uma mulher do Magalhães, 46, confirmada em 5 de junho
  • um homem do Centro, 53, confirmada em 5 de junho
  • dois homens do Farol de Santa Marta, ambos 29 anos, confirmados em 6 de junho
  • uma mulher da Vila Vitória, 36, confirmada em 6 de junho

Os casos curados, desde sexta-feira, 6, estão estabilizados em 18. O mais recente paciente a receber alta da contaminação pelo vírus foi  um homem de 46 anos, morador do bairro Mar Grosso. Mesmo recuperados, após passarem por período de isolamento domiciliar de no mínimo 14 dias, os pacientes permanecem integrando a estatística de casos confirmados.

O boletim também mostra que há 13 pessoas aguardando resultado das análises feitas das coletas realizadas pela Vigilância Epidemiológica de Laguna e encaminhadas ao Laboratório Central (Lacen) de Santa Catarina.

Santa Catarina tem 11,5 mil pacientes com coronavírus

Neste domingo, 7, o governo do Estado informou que há 11.565 pacientes com coronavírus em Santa Catarina. Deste número, 7.154 estão recuperados e 4.240 continuam em acompanhamento.

A Covid-19 foi a responsável pela morte de 171 pessoas em Santa Catarina, deixando a taxa de letalidade em 1,48%. Os óbitos mais recentes foram de três homens, moradores de Xanxerê (61 anos), Xaxim (80) e Tijucas (68), e duas mulheres, residentes de Chapecó (76 anos) e Itajaí (72). Destes, apenas a última não possuía comorbidades, mas estava no grupo de risco pela idade.

Brasil

As secretarias estaduais de Saúde tinham feito a confirmação de 36.078 mortes e 678.360 casos confirmados de novo coronavírus. Nesta semana, o país foi excluído do levantamento da universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, por ter alterado suas formas de divulgação de números. O centro educacional norte-americano cataloga mundialmente os dados da doença, fornecendo informações que ajudam a compreender o avanço da Covid-19.