Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

A dragagem do Canal da Barra anunciada há cerca de um mês pelo governo do Estado aguarda a fase de licenciamento ambiental para ser iniciada. Os trabalhos vão custar R$ 485 mil aos cofres públicos e serão feitos pela empresa Dredging & Marine Speciality Eireli (DMS), de Florianópolis. A licitação foi concluída em 5 de março.

A obra contempla a dragagem de recuperação da profundidade e calado do berço de atracação do Porto de Laguna, estadualizado há quase sete meses. Segundo o governo, o processo já foi adjudicado e homologado, e se encontra na fase final de assinatura de contrato.

A operação, diz o Estado, iniciará “assim que finalizado o processo de licenciamento junto ao órgão ambiental”. O processo é feito no Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA).