Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

Banhistas que passavam pela praia do Mar Grosso no sábado, 18, ficaram impressionados com a forte ressaca do mar. Ondas mais fortes foram geradas e chegaram a atingir a orla do balneário e, segundo relatos, teriam arrastado inclusive pertences de banhistas como cadeiras de praias, por exemplo.

Durante a última semana, a Defesa Civil catarinense emitiu alerta de que o mar estaria agitado a partir de sexta-feira e que as ondas poderiam chegar a picos de altura de até 2,5 metros no litoral Sul e Grande Florianópolis, por causa de ventos moderados na região costeira.

Para a Epagri/Ciram, órgão responsável por monitorar as condições climáticas em Santa Catarina, as formações de onda poderiam chegar até quatro metros de altura no litoral. Nestas condições, os órgãos, em especial a Defesa Civil, reforça alerta para que seja evitada a prática de pesca ou esportes marítimos, e, ainda, o banho de mar.

Alguns sites especializados em monitoramento do clima, atribuem a formação das ressacas à passagem de um ciclone extratropical pela costa argentina, que acaba deixando o mar agitado e gera grandes ondas.