Após bicampeonato no Norte de SC, atleta luta para conseguir apoio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 812 visualizações,  4 views today

A mais recente medalha, de uma coleção de 122, conquistada em Porto Belo (SC), no domingo, 25, não deu apenas o bicampeonato sul-brasileiro ao lutador de jiu-jítsu Vinicius Izidoro, 19 anos. O jovem atleta lagunense conquistou, também, a quarta posição da faixa azul no ranking mundial da Federação Internacional de Jiu-Jítsu Brasileiro (IBJJF, na sigla original).

O alcance de uma posição de destaque, em um esporte que atrai milhares de esportistas ao redor do mundo, é considerado por Izidoro, um incentivo a mais em sua busca por apoios para participar de mais competições profissionais.

“Se Deus quiser, nos próximos campeonatos vou chegar no topo e alcançar essa primeira colocação no ranking. Conquistar esse espaço vai ser muito importante”, prevê.

O lagunense se prepara para lutar os campeonatos Pan-Americano (em setembro, em Nova York); Brasileiro, Europeu e o Mundial sem quimono; Copa do Mundo de Jiu-jítsu, e o Roma Fall. No calendário do jovem, estão inclusas ainda as participações nos jogos abertos catarinenses e as seletivas para o Grand Slam de Abu Dhabi.

Os custos para garantir a participação do atleta não são fáceis de serem arcados, por isso, o lagunense busca meios de obter recursos. “Eu tenho várias formas de apoio, seja em patrocínio ou na forma de serviços. Qualquer ajuda será muito bem vinda”, frisa Izidoro. Para ajudá-lo basta entrar em contato pelo telefone: (48) 9 9674-2561.

Carreira promissora

A trajetória de Vinicius Izidoro nas artes marciais começou em 2017. O que era para ser apenas uma prática esportiva, se tornou o início de uma carreira promissora no esporte que vem ganhando muito destaque nos últimos anos, principalmente no Brasil.

Desde a primeira medalha, o atleta lagunense foi campeão catarinense, sul-brasileiro, nacional, além de ter vencido competições na Alemanha e também Espanha.

Neste ano, uma das mais importantes disputas do atleta aconteceu na capital dos Emirados Árabes Unidos, Abu Dhabi, onde ficou em quinto lugar no Grand Slam, considerado o campeonato mundial do jiu-jítsu.

Competição em Porto Belo, no litoral Norte do estado, garantiu bicampeonato ao lagunense — Arquivo Pessoal

Notícias relacionadas

Previous
Next