Dos animes para a praça da matriz: conheça o encontro Anipop

 2,888 visualizações,  4 views today

A ideia de um cosplay, é se fantasiar e interpretar um artista ou personagem como ele, vale imitar a maneira de comportar ou seus trejeitos. A origem, registra a história, foi na década de 1930, em um congresso de ficção científica nos Estados Unidos, onde um dos participantes montou uma fantasia igual à de um personagem de filme. Nos anos 80, foi que a prática chegou ao Japão e dez anos depois ao Brasil.

Popularizada desde então, os cosplayers como são chamadas as pessoas que se fantasiam como seus personagens favoritos, também estão por Laguna. Mas, ao contrário de outras cidades de Santa Catarina, a cidade juliana, até pouco tempo atrás, não tinha um encontro para unir os praticantes da arte.

“De certa forma, era triste sair de Laguna, ir para locais próximos, como Capivari e Tubarão, e conhecer pessoas daqui lá, já que aqui não tínhamos nada para esse público, então a ideia tomou força”, recorda Bruna Machado, cosplayer desde 2010 e uma das motivadoras da criação do encontro “Anipop”.

Conhecida no meio como “Bummie”, a jovem diz que a ideia da reunião de cosplayers em Laguna era antiga e que ela teve a inspiração após participar de um encontro em Capivari de Baixo, onde participaram além dos fãs da cultura anime, os aficionados pelo ritmo coreano K-pop. “Eu já tinha pensado em fazer algo em Laguna, mas com o trabalho, estudos, família, era muita coisa para conciliar, então era um projeto que eu ia adiando. Contei a ideia para duas amigas, Amy e Jul, duas gêmeas artistas, que não só me apoiaram, como desenharam uma mascote para o encontro”, relata.

Relembra a organizadora, que o primeiro evento surgiu após a criação do nome Anipop – surgido da junção de anime com kpop – inicialmente como um piquenique no dia 28 de janeiro do ano passado. Foram 15 pessoas, onde cada um levou seu lanche, e daquela tarde, conversando sobre os gostos em comum, estava lançado o evento.

Perto da segunda edição, em abril de 2018, relembra Bruna, ela recebeu o convite para integrar a programação da Feira Livre de Artesanato. A partir daquele mês, o encontro começou a ser realizado em conjunto com o evento de artesãos. Daí em diante, o Anipop foi crescendo. Bummie destaca que essa evolução foi feita aos poucos, com a confecção de bottons, concurso de melhor cosplay e ainda a inclusão de programação com atrações, entre outros pontos.

“Esse ano está cheio de novidades, temos concurso cosplay, apresentações de BlackFyre, Ala dos Artistas, um espaço especial para artistas da região que cantam, dançam, desenham, para ter a oportunidade de mostrar seu trabalho, quiz, campeonato de Yu-Gi-Oh!, RPG e Magic”, adianta Bruna sobre o planejamento para 2019. O próximo encontro do Anipop, realizado todos os meses, acontece na edição de março da Feira Livre. “A cada edição tento trazer algum produto novo e diferente, já que é difícil encontrar coisa destinada a esse público aqui em Laguna”, conclui a cosplayer.