Prédio do Clube União Operária será revitalizado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 84 visualizações,  12 views today

Acontece nesse sábado, 24, às 12h, a solenidade de assinatura da ordem de serviço para o restauro do prédio do Clube União Operária, no Centro Histórico.

O evento acontece na sede do clube e na oportunidade será apresentado o projeto ao público presente. A programação integra a Semana da Consciência Negra.

Conheça:

A Sociedade Recreativa União Operária de Laguna foi fundada em 1903 como uma associação afrodescendente e de classe. Seus fundadores, Pedro Jerônimo do Nascimento, Bonifácio Jesuíno Alves, Lucidonio Sypriano e Antônio Felisberto da Rosa também eram membros da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos.

Entre as décadas de 1920 e 1950, os grupos profissionais mais representativos eram os operários e os marítimos, mas a associação reunia trabalhadores manuais, comerciantes, negociantes e funcionários públicos. A União Operária promovia bailes dançantes e reuniões em datas comemorativas como o aniversário da associação, durante as festas dedicadas a Santo Antônio (o padroeiro da cidade) e nos carnavais.

O clube também tinha função educacional, com oferta de cursos noturnos e biblioteca para os associados, amigos e familiares. Na memória dos que participavam da vida da associação em meados do século XX, era um clube de mulatos, de uma elite entre os afrodescendentes da cidade, onde havia também o Clube Literário Cruz e Souza.

A sede atual da União Operária, em estilo eclético, foi adquirida em 1921 e está localizada na Rua Santo Antônio, esquina com a Rua Tenente Bessa, a uma quadra da Igreja Matriz e da Praça XV de Novembro, principal espaço público da cidade. A compra e manutenção dessa edificação é uma importante conquista dos afrodescendentes de Laguna.