Professores suspendem greve, mas podem voltar se governo não atender pautas

“A categoria da mais uma oportunidade ao governo do estado de apresentar algo concreto que realmente valorize quem trabalha na educação”, informou a coordenação do Sinte estadual, em uma rede social.
Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Os professores da rede estadual de ensino de decidiram, em assembleia na tarde desta quarta-feira, 8, que voltarão às aulas. Eles estavam há 15 dias em greve.

A categoria optou pela suspensão da paralisação por 60 dias, prazo dado para que o governo catarinense atenda as reivindicações da classe.

Ontem, a administração estadual encaminhou uma proposta ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), que obteve na Justiça direito à manutenção dos educadores que foram ameaçados de demissão pelo governo.

“A categoria da mais uma oportunidade ao governo do estado de apresentar algo concreto que realmente valorize quem trabalha na educação”, informou a coordenação do Sinte estadual, em uma rede social.

Notícias relacionadas