Governo de SC vai assumir Sarasul em maio

Atualmente, o serviço custa em média R$ 120 mil por mês. Em 2023, o Saer/Sarasul realizou 240 missões.
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

O governo do Estado vai incorporar a prestação do Serviço Aeromédico (Sara) ao contrato de gestão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Santa Catarina.

A medida vale a partir de 1º de maio, segundo informou a Rádio Cidade em Dia, de Criciúma. Além do Sul, existem outras unidades regionais que prestam o mesmo serviço, sob gestão das prefeituras através de consórcios.

Para a nossa região, o Sarasul é administrado por empresa terceirizada contratada pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS) da Região Carbonífera (Amrec), com coparticipação financeira da Amurel – a Amrec recebe atendimento, mas não contribui com os pagamentos.

O contrato entre o estado e a Fundação de Apoio ao Hemosc/Cepon/Samu (Fahece) já foi assinado. Atualmente, o serviço custa em média R$ 120 mil por mês. Em 2023, o Saer/Sarasul realizou 240 missões, algumas em Laguna, e aguarda para a construção de uma sede própria na área do Aeroporto Diomício Freitas, em Forquilhinha.

Notícias relacionadas