Previous
Next

Bailarino de Laguna ganha prêmio em concurso de dança no navio da Xuxa

Com a vitória, o bailarino ganhou um novo destino: nesta segunda-feira, 4, vai embarcar em Santos, no navio de luxo da turnê Numanice, da cantora Ludmilla.
Foto: Arquivo Pessoal/@xuxameneghel/Divulgação

O sonho de baixinho virou realidade e com direito à premiação. O bailarino Henrique da Costa, de 21 anos, natural de Laguna, venceu uma batalha de dança promovida durante a programação do navio “CarnaXuxa”, atração da rainha dos baixinhos, Xuxa Meneguel, que lotou as cabines de um cruzeiro luxuoso no último fim de semana.

O navio temático carnavalesco embarcou uma legião de fãs entre os dias 22 e 26 de fevereiro, no porto de Santos, em São Paulo. Entre os milhares de foliões, estava o bailarino de Laguna, nascido e criado no interior do município, na comunidade de Bentos.

Mas o que o profissional não esperava era ganhar um concurso de dança, promovido no último sábado, 24, após a apresentação de Pabllo Vittar, uma das atrações do navio. De acordo o bailarino, os dois competidores que tivessem mais aplausos do público, seriam os grandes vencedores, e ele foi um dos premiados. “Consegui subir, a competição foi dividida em duas etapas. Quem o publico vibrasse mais, ganharia, a plateia vibrou mais para mim”, explica.

Henrique ficou surpreso, mas considera a prêmio o resultado de um trabalho que desenvolve há dez anos como bailarino. “A sensação que eu tive é de que todo mundo tem a chance de chegar onde os artistas consolidados chegam. Me deu mais esperança e gás para continuar sendo artista. Todos estavam com figurinos elaborados, e eu com um look simples, mas apesar disso, consegui chamar mais atenção, e pela minha dança”, emocionado, revela ao ND+.

Com a vitória, o bailarino ganhou um novo destino: nesta segunda-feira, 4, vai embarcar em Santos, no navio de luxo da turnê Numanice, da cantora Ludmilla.

Paixão pela dança e por Xuxa desde baixinho

Henrique é bailarino há dez anos e também um grande fã da rainha dos baixinhos. Quando criança participou de um projeto extra curricular da escola, onde fez aulas de danças urbanas. Em 2019, integrou o elenco da Cia Lagunense de Dança, um projeto artístico e social da escola de dança e arte, Studio Voga, onde também é professor credenciado de fitdance.

Apaixonado pela dança, Henrique também oferece aulas em uma ong voltada a crianças em situação de vulnerabilidade social. Nos últimos anos, vem ganhando espaço no cenário artístico regional, em participações expressivas como nos espetáculos “O melhor está por vir”, “Baila Así” e “Velha Infância, entre outros.

Com informações do ND+