MP não vê ‘desídia do município’ e arquiva inquérito sobre reparos em rodovia

Notícia de fato foi apresentada por moradores da localidade, que, desde 2019, vem sucessivamente cobrando reparos na via municipal, cuja pavimentação começou um ano antes e oficialmente não foi entregue. No final de 2022, Laguna recebeu recursos da Defesa Civil nacional e chegou a anunciar obras de reparos em alguns trechos danificados.
Divulgação/Agora Laguna

O Ministério Público (MP) arquivou uma notícia de fato aberta este ano para apurar se a prefeitura de Laguna tinha deixado de agir nos reparos da rodovia municipal João Batista Wendhausen Moraes, no Distrito de Ribeirão Pequeno, e áreas adjacentes afetadas pelas fortes chuvas no final do ano passado.

Segundo decisão da promotora Bruna Gomes, titular da 3ª Promotoria de Justiça local, não houve “comprovação de desídia [isto é, negligência ou falta de atenção] do Município de Laguna na resolução do problema ocasionado por fenômeno natural”.

A notícia de fato foi apresentada por moradores da localidade, que, desde 2019, vem sucessivamente cobrando reparos na via municipal, cuja pavimentação começou um ano antes e oficialmente não foi entregue.

Ainda no final de 2022, Laguna recebeu recursos da Defesa Civil nacional e chegou a anunciar obras de reparos em alguns trechos danificados, mas ainda sem início efetivo.