Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Prestes a completar dois meses em funcionamento, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos de Laguna entra em outubro cercada de incertezas. O setor foi inaugurado em agosto após a casa hospitalar ter firmado um convênio com a prefeitura, que cedeu recursos para o término da construção, e com a promessa de que o governo estadual o manteria em funcionamento por seis meses para receber paciente com contaminação por coronavírus.

Nesta quinta-feira, 1º, o hospital registra 60% de ocupação da UTI e luta para conseguir a habilitação junto ao Ministério da Saúde (MS). O primeiro pedido foi negado já que a direção do Senhor Bom Jesus dos Passos ingressou com o requerimento quando ainda não havia paciente, logo após a inauguração oficial do setor. Porém, para o governo federal, é necessário que a UTI esteja sendo usada para que o processo possa correr. A segunda tentativa de credenciamento continua em tramitação e não há perspectivas de quando seja assinada.

Ao menos R$ 450 mil são necessários para manter a terapia intensiva em funcionamento e nos dois primeiros meses essa manutenção tem sido feita às custas da instituição, mas o hospital não garante sobrevida por conta própria. A esperança está em um convênio com o governo do Estado que em vias de ser liberado. “O Estado está fazendo convênio para repassar R$ 480 mil para a UTI para ajudar enquanto não vem a habilitação. O dinheiro não entrou ainda, mas esta em fase de celebração de convênio”, adianta a administradora Cheyenne de Andrade Leandro. Uma nota oficial de esclarecimento também foi divulgada.

Na última semana, o governo federal autorizou mais 25 leitos para coronavírus em Santa Catarina e prorrogou o credenciamento de outros 10, mas nenhum para a região Sul. A habilitação que a unidade de Laguna busca tem tido preferência no ministério, mas precisa de vários quesitos para ser liberada, entre eles, ocupação superior a 50%. Todavia, o credenciamento para coronavírus poderão ser encerradas ou estendidas, a qualquer tempo, caso seja finalizada a situação de emergência de saúde pública.

Leia nota do hospital

Diante das informações veiculadas, principalmente nas redes sociais, o Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, vem por meio desta, esclarecer que:
Mediante esforços conjuntos da Direção do Hospital, com o Governo Municipal e o Governo Estadual, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Laguna foi inaugurada no dia 13/08/2020, iniciando suas atividades em 17/08/2020, quando recebeu seu primeiro paciente.

Desde então, o Hospital vem utilizando de recursos próprios para o custeio e manutenção da Unidade, tendo em vista que, a Habilitação para UTI COVID-19, não foi liberada até o momento pelo Ministério da Saúde, não sendo repassado recursos para tal finalidade.

Enquanto o processo de habilitação encontra-se em análise no Ministério da Saúde, o Governo Estadual, está celebrando convênio no valor de R$ 480.000,00 (quatrocentos e oitenta mil reais) que irá manter o custeio da Unidade durante um mês, e será renovado por mais meses até que a mesma seja habilitada.

O recurso no montante de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) repassado ao Hospital no dia 29/09/2020 pela Prefeitura Municipal de Saúde, é proveniente do Recurso Federal da Portaria nº 1.666, que dispõe sobre a transferência de recursos financeiros aos Estados, Distrito Federal e Municípios para enfretamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da Coronavírus – COVID-19.

Como o Hospital é essencial para o enfrentamento e combate a pandemia dentro do município de Laguna, e vem lutando arduamente para manter suas atividades, sem prejuízo na qualidade da assistência prestada, a Prefeitura Municipal de Laguna destinou do montante recebido através da Portaria pelo município, o valor de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para aquisição de materiais, medicamentos e insumos hospitalares, através de Plano de Trabalho apresentado e aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde.

Se faz necessário tais esclarecimentos, tendo em vista a divulgação de informações inverídicas e que não condizem com as condutas da direção desta instituição. Com isso, reiteramos o pedido a toda a população para que se atentem somente as informações oficiais dispostas nos canais de comunicação oficiais do Hospital de Laguna e imprensa Lagunense. Nos mantemos a disposição para sanar todas as eventuais dúvidas, assim como também todas as críticas e sugestões que possam somar a nossa administração.