Foto: Arquivo pessoal

NÚMEROS CRESCENTES do coronavírus no país, estado e nos municípios começando a acender a luz de alerta nos órgãos responsáveis pela saúde pública. É bom lembrar que a maioria começou com medidas mais acentuadas de restrições nesse momento delicado do aumento da contaminação. Cada região vai ter que ficar de olho nos números e dados nos próximos dias, semanas e meses. Mas a preocupação existe e é também delicada, principalmente com os leitos de UTI disponíveis nos hospitais aqui da região.

É POR ESSE MOTIVO que diariamente rezo e elevo o pensamento a Deus pela minha filha Camile,  técnica em enfermagem, e por todos que estão na frente de batalha (UTI e outros setores) e que diariamente lutam pela vida dos pacientes com a Covid-19. Vamos vencer mais esse momento que o mundo atravessa, juntos. É necessário pedir pela proteção desses profissionais da saúde que deixam suas famílias nessa luta diária que a profissão exige. Mas podemos colaborar, seguindo à risca o que é recomendado pelos órgãos de saúde. É o mínimo que podemos fazer por eles.

COMPARANDO os últimos 30 dias a evolução dos números relacionados ao coronavírus, entre 9 de junho e 9 de julho, se percebe o aumento real dos casos conforme boletim municipal. Quanto aos confirmados, passamos de 29 para 94, o que representa um aumento no nosso município de 324,13%. Acho que algo deixou de ser feito para hoje termos esses números em uma crescente. #SóAcho que é delicado e um momento muito preocupante em nosso município e região.

QUEM ACHAVA que tudo isso iria passar em quinze dias após o decreto da primeira quarentena, isso em meados de março, hoje observa assustado o caminho que essa pandemia está chegando e ainda não se sabe ao certo onde pode chegar e as suas consequências. Quando se fala que um possível remédio pode ajudar ele rapidamente some das prateleiras das farmácias, em uma velocidade absurda. Toma todos os caminhos das redes sociais nessa correria em busca de algo que possa combater o “desconhecido” vírus. Muitos estão esquecendo os cuidados básicos recomendados desde o princípio, e é bom ficar atento, pois não é qualquer remédio hoje conhecido que tem um poder de neutralizar a Covid-19.

Divulgação

SEMPRE ESCUTEI desde o início da quarentena em março, que esse período era necessário para equipar hospitais e atender os pacientes com Covid-19. Essa era a informação a nível federal, estadual e regional. O que se viu é que nos meses subsequentes (abril, maio e junho) pouco aconteceu. Agora vamos pagar caro pela falta de responsabilidade de alguns.

BATERAM O MARTELO em relação as praças de pedágio no que se refere a privatização do trecho de 220 quilômetros da BR-101 Sul entre as cidades de Paulo Lopes e Passo de Torres. Vamos ter de fato as quatro praças sendo construídas em breve. Infelizmente a empresa ganhadora escolheu a cidade vizinha de Tubarão para se instalar. Bem que poderia ser escolhida Laguna onde uma delas será construída.

CICLONE BOMBA: Não sabia que existia algo que assim foi definido, veio rápido e causou muitos estragos também em nossa cidade. Ao todo, cerca de 188 municípios catarinenses sofreram com a ação do vento e ainda tentar se recuperar dos estragos.

Foto: Luis Cláudio Abreu/Agora Laguna

RESTRIÇÃO REGIONAL: novas medidas vão estar nos decretos dos municípios da região da Amurel. Em videoconferência realizada nesta quinta-feira, 9, os prefeitos dos 18 municípios da região decidiram ampliar a lista de restrições como forma de evitar a circulação de pessoas e conter o avanço da pandemia de Covid-19. Nossa região foi classificada como gravíssima no avanço da pandemia. Uma triste realidade que teremos que conviver.

CREAS FICOU PELO CAMINHO: com promessas para resolver a situação até final de abril tomou novos rumos e a construtora contratada pelo governo do Estado para erguer a edificação, rescindiu o contrato e com isso o processo retorna à estaca zero, apesar de faltar pouco para a entrega do prédio. Na verdade, o que se viu foi um descaso com o dinheiro público de uma obra pronta ser saqueada, furtada e depredada.

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

ELVIS PALMA – Funcionário público estadual, formado em administração de empresas e fotógrafo. Escreve às sextas-feiras, na coluna #SóAcho, com fatos e fotos da cidade de Laguna.

As informações e opiniões expressas no texto não representam o pensamento do Portal Agora Laguna.