Jovem gaúcha de 23 anos se afoga na praia do Gravatá e é resgatada por guarda-vidas de folga

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 152 visualizações,  4 views today

O helicóptero Águia-04 da Polícia Militar precisou ser acionado na tarde desta segunda-feira, 24, para auxiliar os bombeiros de Laguna no resgate de uma jovem de 23 anos que se afogava no Gravatá, praia deserta e sem proteção de guarda-vidas localizada na região do Farol.

A vítima é do Rio Grande do Sul e estava acompanhada de um grupo de turistas do mesmo estado – alguns nunca tinham estado no mar. As águas ficaram mais revoltas e a jovem e mais um homem acabaram entrando em situação de perigo. Ele conseguiu se agarrar em uma pedra do costão, mas ela ficou no mar e sofreu o afogamento.

Segundo as informações divulgadas pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM), a jovem foi resgatada pela guarda-vidas civil Anna Varzin, que estava de folga neste dia, com ajuda de um surfista. Ela foi trazida até a faixa de areia e na sequência uma moto-aquática veio prestar auxílio.

Ainda conforme o CBM, como as condições do mar se tornaram desfavoráveis ao transporte via moto-aquática, o helicóptero da PM foi acionado e em cerca de cinco minutos a vítima foi levada do Gravatá para o Mar Grosso, onde a ambulância de resgate já estava de prontidão.

A jovem de 23 anos teve afogamento de grau dois. Isso ocorre quando as vítimas ingerem quantidade de água suficiente para alteração das trocas gasosas. A pessoa pode tanto ficar lúcida, quanto apresentar agitação e desorientação, além de ter cianose nos lábios e dedos, bem como aumentar a frequência cardíaca.

A corporação não deu mais detalhes sobre a identidade da jovem. Ela foi levada para o hospital de Laguna.

Foto: Andréa Matos Pereira/Agora Laguna

Notícias relacionadas