Foto: DIC Laguna/Divulgação

A Polícia Civil de Laguna, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), informou ter detido um taxista e a companheira dele, por terem envolvimento com associação criminosa atuante no tráfico de drogas, na região do bairro Vila Vitória. As prisões aconteceram na tarde desta sexta-feira, 12.

Denominada ‘Bandeira 2’, a operação da DIC é um desdobramento dos trabalhos investigativos realizados desde a prisão de outro traficante, E.L.S., ocorrido em Joinville há exatos três meses, no Norte do estado. Segundo os policiais apuraram, o preso ocultava e disfarçava as rendas obtidas com o crime, a partir do auxílio de J.I.F, e da companheira R.J, que trabalhava como artesã. Ambos revendiam drogas para E.L.S.

Ainda de acordo com os dados divulgados pela DIC, as rendas localizadas na conta dos investigados ultrapassavam quase 500% dos valores formalmente arrecadados com seus “trabalhos lícitos”, sem nenhum deles ser declarado formalmente à Receita Federal.

Além das prisões, foram feitas apreensão de cocaína, bicarbonato (misturado à droga), dinheiro, cadernetas com anotações e aparelhos celulares. O taxista tentou se livrar dos entorpecentes jogando os itens no telhado da residência do vizinho, mas, assim que a droga foi achada, ele foi detido em flagrante. A dupla presa nesta sexta será indiciada por tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

A operação teve apoio do Canil Setorial e Setor de Inteligência do batalhão de Polícia Militar de Laguna.