História de Anita Garibaldi atrai estudantes estrangeiros para Laguna

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 132 visualizações,  8 views today

Há quase 200 anos, a pacata Vila de Santo Antônio dos Anjos de Laguna viu nascer uma das filhas de Bentão. Ana Maria de Jesus Ribeiro, se tornaria a filha mais ilustre da cidade ao deixá-la para viver uma grande aventura ao lado de um guerreiro italiano, de nome Giuseppe Garibaldi.

A história de Anita Garibaldi, eternizada como a heroína dos dois mundos, pelos feitos ao lado do marido na América do Sul e na Europa, é tema de muitos livros, teses, dissertações, pesquisas, produções cinematográficas e teatrais. E continua, ano a ano, atraindo diversas excursões para a terra natal da guerreira, seja para conhecer a cidade, quanto para saber um pouco mais dos feitos de glória da jovem Aninha.

O grupo mais recente chegou em Laguna nesta semana. Preparada há meses, a viagem de 40 estudantes de diversas partes do mundo, com idades entre 15 e 18 anos, que fazem parte da iniciativa Global Citizen Year, que possui representação em Florianópolis, foi iniciada com uma visita à alguns pontos históricos do Centro da cidade, incluindo o monumento com a estátua da heroína.

“Eles ficam 30 dias viajando, conhecendo as cidades e Laguna, através do Wellington Linhares, nós conseguimos incluir a nossa cidade no roteiro deles. Eles precisam conhecer os valores e a história do local por onde passam, e acertamos fazer uma explanação sobre algum patrimônio imaterial. O Wellington fez uma palestra sobre os botos e eu, sobre Anita Garibaldi”, comenta o historiador Adilcio Cadorin, presidente do Instituto Cultural Anita Garibaldi. Os jovens continuam na cidade e na quarta-feira, 06, irão conhecer a região do Farol de Santa Marta e no dia seguinte, à noite, devem acompanhar o pré-carnaval.

A instituição que os trouxe ao Brasil, foi fundada nos Estados Unidos em 2008 e dois anos depois inseriu o território brasileiro em seu roteiro de destinos. Antes de Laguna, apenas duas cidades estavam inclusas no seleto grupo de locais por onde os estudantes passam: Florianópolis e Garopaba.

Global Citizen Year, tem como objetivo proporcionar aos jovens a aquisição de “experiência no mundo real em áreas como conversas ambientais, saúde pública, educação, agricultura ou empreendimento social”, segundo diz o site da iniciativa. Além do Brasil, Senegal (África), Índia (Ásia) e Equador (América do Sul), são os outros destinos do grupo.

Notícias relacionadas