Pinguins aparecem mortos em praia de Laguna

Esta época do ano marca o período migratório dos pinguins-de-magalhães (Spheniscus magellanicus), quando eles deixam as colônias reprodutivas na Patagônia argentina para seguir cardumes em correntes de água fria até a costa brasileira.
Divulgação/PMPBS

Ao menos dois pinguins foram encontrados mortos na manhã deste domingo, 23, na praia do Sol.

Esta época do ano marca o período migratório dos pinguins-de-magalhães (Spheniscus magellanicus), quando eles deixam as colônias reprodutivas na Patagônia argentina para seguir cardumes em correntes de água fria até a costa brasileira. Muitos desses animais não sobrevivem a esse processo que tende a seguir até outubro.

Há diversas causas levantadas para a morte dos pinguins no percurso, cuja maioria é juvenil ou de primeira viagem. Com isso, eles têm dificuldade em conseguir alimentação e perdem energia. Além disso, enfrentam grandes tempestades ou ficam presos em redes de pesca.

O que fazer ao encontrar um animal marinho vivo ou morto

Em casos como esse, o ideal é acionar o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS). O órgão é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no polo pré-sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos. Caso encontre algum animal marinho vivo ou morto, entre em contato com o projeto pelo telefone 0800 642 3341.