DIC conclui investigação de homicídio; autor segue foragido

Considerado foragido da Justiça, Leonardo Di Bernardi Corrêa tem 22 anos. Crime ocorreu no último dia 9, em um pátio de posto de combustível, nas proximidades da rodoviária.
Foto: André Luiz/Agora Laguna

A Delegacia de Investigações Criminais (DIC) de Laguna concluiu os trabalhos para elucidar a morte de Nilson Vieira Júnior, 37 anos, ocorrida na última semana em um posto de combustíveis próximo à rodoviária municipal. O autor do crime, identificado como Leonardo Di Bernardi Corrêa, 22, está foragido.

Segundo a polícia, a vítima chegou ao local por volta das 5h10, do último dia 9, e se envolveu em uma discussão verbal com outra testemunha. No meio da confusão, Corrêa sacou a arma de fogo e atirou contra a cabeça de Nilson Junior, que foi atingido ainda por mais dois disparos.

“O autor dos disparos restou indiciado por homicídio triplamente qualificado, em virtude do motivo fútil, perigo comum e recurso que tenha dificultado a defesa do ofendido. Ainda, que o crime causou elevado grau de repulsa às próprias testemunhas, já que, em meio a uma simples discussão verbal, o autor, de forma ardilosa, colocou-se ao lado da vítima e efetuou, sem qualquer motivo plausível, um certeiro disparo à queima roupa em sua cabeça”, diz o delegado Bruno Fernandes.

A Polícia Civil segue em busca de Leonardo Corrêa. “Ele é considerado foragido do sistema de justiça criminal, e, atualmente, encontra-se em local incerto”, descreve o delegado.

Informações sobre o paradeiro dele podem ser repassadas pelo Disque Denúncia: (48) 9 9118-3684.

Notícias relacionadas