Saúde estadual quer ampliar campanha de vacinação

Divulgação/Secom SC

A secretária de Estado da Saúde de Santa Catarina, Carmen Zanotto, encaminhou nesta terça, 23, ofício à secretária de vigilância em saúde e ambiente do Ministério da Saúde (SVSA/MS), Ethel Leonor Noia Maciel, solicitando a ampliação do grupo prioritário de crianças na Campanha de Vacinação contra a gripe para aquelas até 12 anos de idade. Atualmente, segundo recomendação do MS, a vacinação só está indicada para crianças de 6 meses a 5 anos de idade.

No ofício,  esclarece que este ano houve uma antecipação da circulação dos vírus respiratórios no estado, como o da influenza e que, neste momento, os dados indicam uma tendência de aumento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), sendo que os casos de SRAG por influenza já correspondem a mais de 10% do total. De acordo com o ofício “a análise por faixa etária evidencia que 40% das SRAG por influenza ocorrem entre crianças de 6 meses a 12 anos de idade e 40% em idosos com mais de 60 anos de idade”.

A Secretária ressalta ainda que “associado a esse cenário, a análise da demanda por leitos de UTI neonatal na data de hoje (dados disponíveis através do painel https://cieges.saude.sc.gov.br) mostra uma ocupação superior à 95%, sendo que das oito macrorregiões de saúde, seis estão com a totalidade dos leitos utilizados. Em relação aos leitos de UTI pediátricos, a ocupação no momento é de 93%, com três macrorregiões com lotação completa”.

Desta forma, considerando que a Campanha de Vacinação contra a gripe prevê o uso das vacinas para aplicação apenas em crianças de 6 meses a 5 anos de idade, a secretária de Estado da Saúde de Santa Catarina, Carmen Zanotto, solicitou a ampliação, “tendo em vista o período de sazonalidade e a necessidade de proteção dos grupos que mais demandam hospitalização, atualmente impactando na ocupação dos leitos no estado de Santa Catarina”.