Saúde alerta para a baixa procura pela vacina contra a gripe

Em Santa Catarina, a mobilização começou no dia 25 de março e segue até o dia 31 de maio. O dia D, sábado em que há uma mobilização estadual para vacinação, está previsto para ocorrer no dia 13 de abril. Segundo o balanço, Laguna aplicou até o momento 2.074 doses, equivalente a 14,07% do público alvo (20.793). Já em Pescaria Brava, foram 451 doses até o momento, totalizando 12,77% do público alvo (5.398).
Divulgação/Secom SC

Após quase duas semanas do início da Campanha de Vacinação contra a gripe, a Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES) registra baixa procura pela vacina que previne a doença. Até o momento, apenas 10,15% da população dos grupos prioritários procurou uma unidade de saúde para se imunizar. A meta da Campanha de Vacinação é de 90%.

Entre os grupos, os que estão com a cobertura vacinal mais baixa são o de puérperas (5,42%), mães até 45 dias após o parto, e o de crianças de 6 meses a 5 anos de idade (5,43%). Os idosos com 60 anos ou mais são os que mais se vacinaram (12,4%), mas a meta de vacinação para este grupo ainda está longe da desejada.

Os dados completos da vacinação contra a gripe podem ser acessados no Painel do Ministério da Saúde (MS)

Segundo o balanço, Laguna aplicou até o momento 2.074 doses, equivalente a 14,07% do público alvo (20.793). Já em Pescaria Brava, foram 451 doses até o momento, totalizando 12,77% do público alvo (5.398).

João Augusto Brancher Fuck, diretor de vigilância epidemiológica, destaca que esses índices de vacinação preocupam, devido ao expressivo número de internações e mortes que já foram registrados pela doença este ano no estado.

Levantamento realizado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) mostra que até o momento foram notificadas 255 hospitalizações pela doença e 19 mortes, sendo que 16 (84%) foram de idosos com 60 anos ou mais.

Foi também por esse aumento do número de casos e mortes logo no início do ano que o Ministério da Saúde (MS) decidiu antecipar a Campanha de Vacinação para o mês de março. Em Santa Catarina, a mobilização começou no dia 25 de março e segue até o dia 31 de maio. O dia D, sábado em que há uma mobilização estadual para vacinação, está previsto para ocorrer no dia 13 de abril.

A gerente de doenças infecciosas agudas e imunização da DIVE, Arieli Schiessl Fialho, ressalta que a população dos grupos prioritários não deve esperar a chegada do frio para procurar a vacina contra a gripe. “Pelos dados, a gente percebe que já há um aumento na circulação do vírus influenza no estado. E com a chegada do frio, a expectativa é que essa situação se agrave. A antecipação da Campanha serve justamente para que a população mais vulnerável, que é a dos grupos prioritários, esteja protegida quando houver um aumento ainda maior da circulação do vírus da gripe”, destaca a gerente.

A vacina contra a gripe oferecida na rede pública de saúde previne os principais vírus influenza presentes no Brasil, que são o influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e o vírus influenza B. No entanto, a proteção só ocorre de duas a três semanas após a aplicação da dose.

Os grupos prioritários da Campanha de Vacinação contra a gripe são:
* Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
* Trabalhadores da saúde;
* Gestantes e puérperas (mães até 45 após o parto);
* Professores do ensino básico e superior;
* Povos indígenas e quilombolas;
* Idosos com 60 anos ou mais de idade;
* Pessoas em situação de rua;
* Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento;
* Profissionais das Forças Armadas;
* Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade;
* Pessoas com deficiência permanente;
* Caminhoneiros;
* Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso;
* Trabalhadores Portuários;
* População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

Locais de vacinação em Laguna

  • das 8h às 11h e das 13h às 16h (segunda a sexta): Esperança, Progresso, Campo de Fora, Passagem da Barra e Mar Grosso.
  • das 13h às 16h (quinta e sexta apenas): Caputera
  • das 13h às 16h (5 de abril, sexta): Estreito

Locais de vacinação em Pescaria Brava

  • 08h às às 16h30 (segunda a sexta): Sertão, Barreiros, Santiago e Laranjeiras