Polícia Civil investiga denúncia de maus-tratos contra cães, em Laguna

Após o término do inquérito policial e com base em indícios robustos de autoria e materialidade, houve o indiciamento do responsável pelo canil no referido crime. Além disso, foram encaminhadas cópias dos autos aos órgãos administrativos para análise das medidas administrativas cabíveis.
Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Laguna (DPCO), após receber várias denúncias de maus-tratos e criação ou comercialização de cães derivados da raça pitbull e American Staffordshire Terrier nas redes sociais no início desse ano, realizou um trabalho investigativo na cidade.

Com isso, a DPCO apurou a procedência das informações e com a identificação do endereço do criadouro, foi realizada uma operação. “Na ocasião, embora não houvesse ninguém em casa, foi possível visualizar alguns cães da espécie American Staffordshire Terrier e derivados da raça Pit bull Terrier no pátio, sendo que um deles estava em um confinamento considerado inadequado pelos veterinários do Bem Estar Animal, configurando o crime de maus-tratos previsto no artigo 32, §1°-A, da Lei 9.605/1998″, disse a polícia.

Após o término do inquérito policial e com base em indícios robustos de autoria e materialidade, houve o indiciamento do responsável pelo canil no referido crime. Além disso, foram encaminhadas cópias dos autos aos órgãos administrativos para análise das medidas administrativas cabíveis.

Operação ocorreu na Vila Vitória. A Polícia Civil de Laguna reitera que a conduta de maus-tratos aos animais configura crime e participa da campanha de conscientização do Abril Laranja, mês de prevenção contra a crueldade animal.

Notícias relacionadas