Laguna quer se tornar ‘irmã’ de cidade uruguaia

"Além de todo o apoio dado quando a cidade era atacada pelos espanhóis, nós temos um laço muito forte com o Uruguai. Nada mais justo que nós firmemos o irmanamento com esta cidade. Tenho certeza que turisticamente vamos ganhar muito", justifica o prefeito Samir Ahmad (sem partido).
Foto: Marcelo Amat/Flickr/Divulgação/Direitos reservados

A prefeitura de Laguna vai iniciar um processo de estudos para formalizar e encaminhar a celebração de um novo acordo de gemellagio (irmanamento). Desta vez, a tentativa será com a cidade de Colônia do Sacramento, localizada no Uruguai.

“Além de todo o apoio dado quando a cidade era atacada pelos espanhóis, nós temos um laço muito forte com o Uruguai. Nada mais justo que nós firmemos o irmanamento com esta cidade. Tenho certeza que turisticamente vamos ganhar muito”, justifica o prefeito Samir Ahmad (sem partido).

As tratativas tiveram um primeiro passo no sábado, 23, com a visita do embaixador uruguaio no Brasil, Guilhermo Valles, que veio conhecer a cidade juliana e prestigiar o espetáculo teatral Tomada de Laguna, que relembra os feitos republicanos de 1839 e o romance entre Giuseppe e Anita Garibaldi – ambos também passaram pelo Uruguai, onde celebraram o casamento em 1842.

Com uma população de pouco mais de 25,7 mil habitantes, Colônia do Sacramento foi fundada em 1680 e está localizada na costa Oeste do país, junto ao rio da Prata, a 180 km da capital Montevidéu.

Cidade-irmã

O primeiro convênio de cidade-irmã foi firmado com Ravena, na Itália, no começo dos anos 2000. Os mais recentes foram assinados em 2023 com a também italiana Rieti e com a espanhola Tordesilhas, esta última em razão do tratado firmado em 1494 entre Portugal e Espanha.