Previous
Next

SC deve decretar emergência após se aproximar de 20 mil casos prováveis de dengue

Em Santa Catarina, 215 cidades têm focos do mosquito Aedes aegypti em um total de 12.885 locais com presença do vetor. Um índice de 155 municípios possui classificação de infestado pelo transmissor.
Foto: Agência Brasil

Um decreto de situação de emergência será emitido nesta semana pelo Governo de Santa Catarina após o estado registrar 17.696 casos prováveis de dengue em 177 cidades. Laguna não tem casos positivos e monitora quatro focos de presença do mosquito transmissor.

Os dados do informe epidemiológico divulgados na terça-feira, 20, indicam um aumento de 650% em relação ao mesmo período do ano passado. A curva de casos prováveis da doença segue em alta no estado. O estado confirmou oito mortes: cinco em Joinville e uma em Araquari, Itajaí e Itapiranga. Outros dois óbitos são investigados.

Em Santa Catarina, 215 cidades têm focos do mosquito Aedes aegypti em um total de 12.885 locais com presença do vetor. Um índice de 155 municípios possui classificação de infestado pelo transmissor.

Chikungunya

Ao mesmo tempo, o estado analisa 70 casos prováveis de chikungunya, igualmente transmitida pelo mesmo mosquito. Na comparação com o mesmo período do ano 2023, quando foram notificados 9 casos prováveis, observa-se um aumento de 677,8%.

“A chikungunya é uma doença de grande morbidade o que nos preocupa e acende um alerta para que cada vez mais a população fique atenta aos sinais e sintomas e procure uma unidade de saúde rapidamente para realizar o tratamento adequado”, frisa o superintendente de Vigilância em Saúde, o Fábio Gaudenzi.