Prefeitura publica portaria de exoneração de servidor investigado

Portaria, numerada 1.510/2023, saiu com data de 18 de dezembro do ano passado e também lista a exoneração de uma série de cargos comissionados
Foto: André Luiz/Agora Laguna

A prefeitura de Laguna publicou, na edição de segunda-feira, 12, a portaria que exonera o servidor Oziel Crispim de Andrade, detido na sexta-feira, 9, em investigação que apura a prática de rachadinha.

Andrade foi detido em uma operação da Polícia Civil na última sexta-feira, 9, em uma investigação que apura a prática de rachadinha, nome popular dado à cobrança de parte do salário de servidores públicos, no âmbito da Frente de Trabalho. Ele é suspeito de cobrar de R$ 100 a R$ 500 ao mês dos bolsistas da Frente de Trabalho.

A portaria, numerada 1.510/2023, saiu com data de 18 de dezembro do ano passado e também lista a exoneração de uma série de cargos comissionados, que deixaram o governo com base nos cortes realizados no âmbito da reorganização administrativa que a prefeitura passou em 2023.

Em nota, a prefeitura de Laguna disse que já o havia exonerado no fim do ano passado. A polícia, porém, tinha informado que não localizou o documento, conforme divulgado na semana anterior. Até a mais recente atualização do texto, Agora Laguna não conseguiu localizar a defesa do ex-servidor para obter posicionamento, sendo que o espaço permanece aberto.

Notícias relacionadas