Polícia apreende rede de emalhe atravessada em rio

Pescados apreendidos foram doados.
Divulgação

Policiais militares ambientais apreenderam, na madrugada desta quarta-feira, 7, uma rede de emalhe atravessada no rio Tubarão, de uma margem à outra.

A prática é proibida. O pescador que a colocou não foi identificado. A rede é utilizada para a captura do bagre, que se encontra em período de defesa. Além disso, representa risco para os botos que vivem na região.

Além da arte de pesca, que tinha cerca de 70 metros, os agentes apreenderam mais de 50 peixes, entre bagre e burriquete, que foram doados para instituições beneficentes.

Notícias relacionadas