Previous
Next

Foliões relatam furtos de celular

Desde as últimas horas da tarde de domingo, 11, a Redação do Portal Agora Laguna recebe relatos do gênero. Alguns podem ser conferidos no Instagram.
Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Após o Bloco da Pracinha, maior concentração popular de Laguna no Carnaval, têm crescido o número de registros de boletins de ocorrência por furtos de celular.

Desde as últimas horas da tarde de domingo, 11, a Redação do Portal Agora Laguna recebe relatos do gênero. Alguns podem ser conferidos no Instagram.

Casos como esse podem dar uma dor de cabeça para o usuário. Quando ocorre em via pública e durante o uso, facilita ao criminoso ter acesso ao aparelho já desbloqueado e buscar por senhas eventualmente armazenadas em aplicativos e sites. Com a posse dessas informações, eles tentam ingressar no aplicativo do banco.

No ano passado, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) com o Ministério da Justiça e Segurança Pública lançaram a ferramenta Celular Seguro (acesse aqui), para impedir que criminosos façam uso de dados e informações pessoais nos smartphones.

Caso a vítima seja roubada ou furtada, elas poderão bloquear o aparelho e aplicativos digitais. Não há limite para o cadastro de números, mas eles precisam estar vinculados ao CPF do titular da linha para o bloqueio ser efetivado.

Cada pessoa cadastrada no Celular Seguro poderá indicar pessoas da sua confiança, que estarão autorizadas a efetuar os bloqueios, caso o titular tenha o celular roubado, furtado ou extraviado. A própria vítima também pode fazer o bloqueio do aparelho pelo site, por um computador.

Após o registro de perda, roubo ou extravio do celular, os bancos e instituições financeiras que aderiram ao projeto farão o bloqueio das contas. As empresas de telefonia também passarão a efetuar o corte das linhas. Já o boletim de ocorrência pode ser feito pela internet ou na delegacia.

Outras dicas

  • Sempre guarde bem os seus pertences
  • Nunca anote senhas de acesso ao banco em blocos de nota, e-mails, mensagens de WhatsApp ou outros locais do celular
  • Evite usar a mesma senha de acesso ao banco em outros aplicativos
  • Sempre use os mecanismos de proteção oferecidos pelas empresas de seu aparelho celular

Notícias relacionadas

Previous
Next