Mãe de jovem que morreu afogado deve ser indenizada, decide Justiça

Decisão pode ser recorrida, segundo Justiça.
Foto: Júlio Cavalheiro/Secom

A Justiça determinou pagamento de indenização à mãe de um jovem, 24 anos, morto após se afogar em uma obra não sinalizada no Camacho, entre Laguna e Jaguaruna.

O acidente ocorreu em 2019. O jovem caiu em um buraco. A prefeitura de Jaguaruna e a empresa foram condenadas a pagarem R$ 50 mil por danos morais e uma pensão vitalícia de R$ 5.090, com juros e correção monetária

Os autos relatam que a autora da ação estava com o filho e um grupo de amigos na Barra do Camacho onde antes “era possível caminhar tranquilamente na água, que atingia a região da canela, mas que o buraco se revelava abruptamente, ocasionando, assim, a submersão no local”.

De acordo com o processo, não havia sinalização de perigo e placas foram colocadas após o fato. A decisão pode ser recorrida.

Notícias relacionadas