Artistas da região podem se inscrever para apresentação em parque

Referência, o parque já se firmou como um propulsor de talentos locais. Com o chamamento, profissionais de diferentes áreas artísticas como a dança, música popular e erudita, teatro, contação de história, circo e exposições, poderão ter seus trabalhos apresentados.
Divulgação

O Parque Diamante +Energia, em Capivari de Baixo, abriu inscrições para contratação de artistas da região pra serem incluídos na programação cultural deste ano.

Referência, o parque já se firmou como um propulsor de talentos locais. Com o chamamento, profissionais de diferentes áreas artísticas como a dança, música popular e erudita, teatro, contação de história, circo e exposições, poderão ter seus trabalhos apresentados.

“A inscrição é importante para termos acesso aos artistas da região, fortalecer o ecossistema da cultura e fazer uma busca ativa para contratação de artistas alinhados com o público que visita o Parque”, comenta a coordenadora de Cultura do Parque Diamante +Energia, Dafna Corrêa Rodrigue. As contratações seguem a Lei de Incentivo à Cultura. As inscrições são feitas aqui.

Para o presidente da Associação Jorge Lacerda (AJL), Valdeci Francisco Algayer, a intenção é consolidar ainda mais  é consolidar o local como um propulsor de novos talentos artísticos da região e incentivar as apresentações abertas ao grande público. “Além das oficinas culturais que capacitam os artistas, o parque também pretende ser esse berço para os novos talentos. Vamos ter uma estrutura preparada para que esses artistas possam se apresentar e desenvolver suas carreiras. Teremos um sistema de comunicação para divulgar essas apresentações e toda a sociedade é convidada a prestigiar e acompanhar esses eventos que teremos nos próximos meses”, ressalta.

Capacitação

Os artistas interessados também poderão participar de uma capacitação, marcada para o dia 13 de março. “O objetivo dessa capacitação é trazer acessibilidade aos fazedores de cultura da nossa região, para que eles possam usar o Parque como esse grande “berçário” – um lugar para apresentar sua arte à comunidade -. Estamos focados no coletivo, quanto mais pessoas habilitadas para atender essas normativas federais, melhor será a qualidade dos artistas e assim poderemos mostrar esse grande potencial dos talentos da nossa região”, afirma a coordenadora.