Previous
Next

Obras na antiga ponte de Cabeçuda atingem nova etapa e exigem atenção dos motoristas

No local, a concessionária executa as ações de concretagem das lajes da estrutura em ambos os sentidos da via, o que exige a continuidade da operação pare-e-siga pela pista Sul (sentido RS) no fluxo de veículos que passam pelo segmento.
Foto: Comunicação/CCR ViaCosteira

Devido ao início de nova etapa de obras na antiga ponte de Cabeçuda, na região do km 314 da BR-101, a CCR ViaCosteira reforça aos motoristas para que tenham atenção redobrada ao trafegarem pelo trecho.

No local, a concessionária executa as ações de concretagem das lajes da estrutura em ambos os sentidos da via, o que exige a continuidade da operação pare-e-siga pela pista Sul (sentido RS) no fluxo de veículos que passam pelo segmento.

De forma a auxiliar a fluidez do tráfego o fluxo e a segurança dos condutores e operários que atuam nas obras, a CCR implantou dois semáforos em cada extremidade da ponte, além de reforçar a sinalização no local. Ainda assim, é fundamental que os motoristas respeitem as orientações e os limites de velocidade da via, de 40km/h.

Os investimentos nas ações de melhoria da ponte de Cabeçuda chegam a R$ 7 milhões. A previsão da empresa é de que tudo seja finalizado no primeiro semestre de 2024, a considerar as condições climáticas.

Colaboração: Assessoria de Comunicação da CCR ViaCosteira 

Notícias relacionadas

Previous
Next