Previous
Next

Vereadores começam CPI das Obras e prefeitura tem 48h para apresentar documentos solicitados

Além de solicitar colaboração de servidores da Câmara e prefeitura, a CPI das Obras vai verificar se há possibilidade de o Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE) designar uma equipe técnica para auxiliar na análise dos contratos, documentação e vistoria in loco.
Divulgação/CML
Previous
Next

Dois dias após ter sido aberta, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada para apurar a execução das obras de pavimentação do Mar Grosso, Magalhães, Gi e Sol fez, nesta quarta-feira, 22, a primeira reunião. O encontro ocorreu na sede do Poder Legislativo.

O primeiro encaminhamento foi a definição das funções. Rhoomening Rodrigues, o Pingo (PSDB), será o presidente e Deise Cardoso (MDB) fará a relatoria do órgão investigativo. Kleber Lopes, o Kek (União), é o terceiro membro. Rodrigues não participou da reunião em razão do cumprimento de agenda em Brasília (DF).

Assim como foi feito com a CPI da Saúde e a CPI do Rotativo, a comissão notificou a prefeitura e deu prazo de 48 horas para que forneça cópia integral dos processos, licitações e contratos relativo às obras. Ainda foram solicitadas documentações complementares, como levantamento fotográfico e diário de obras.

Além de solicitar colaboração de servidores da Câmara e prefeitura, a CPI das Obras vai verificar se há possibilidade de o Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE) designar uma equipe técnica para auxiliar na análise dos contratos, documentação e vistoria in loco. A próxima reunião da comissão deve ocorrer na semana seguinte.

Previous
Next
Previous
Next