Ex-prefeito de Capivari de Baixo, preso na Mensageiro, tem liberdade concedida

Já o ex-prefeito de Pescaria Brava, Deyvisonn de Souza (MDB), segue detido no Presídio Santa Augusta, em Criciúma. Ele renunciou no começo de julho e o processo que lhe envolve na Mensageiro passou a tramitar na Comarca de Laguna, onde uma audiência já foi realizada onze dias atrás.
Divulgação/PMCB

O ex-prefeito de Capivari de Baixo, Vicente Corrêa Costa (PL), preso na Operação Mensageiro, foi solto pela Justiça nesta segunda-feira, 24, uma semana após renunciar ao mandato.

A decisão é do juiz Guilherme Mattei Borsoi e obriga medidas cautelares: obrigatoriedade de ele comparecer em juízo para justificar atividades; proibição de acesso e frequência à Prefeitura Municipal de Capivai de Baixo, secretaria e/ou autarquias, bem como de manter contato com qualquer testemunha de acusação ou colaborador premiado da ação penal ou de procedimentos conexos da Operação Mensageiro; e de se ausentar da Comarca por mais de sete dias sem autorização do juízo, bem de mudar de endereço, sem comunicação ao juízo.

Costa foi preso na segunda fase em 2 de fevereiro deste ano, sendo suspeito de participar do esquema de fraudes e corrupção em contratos de coleta e destinação de lixo. O político renunciou durante a tramitação de um processo de impeachment no Legislativo e por esse motivo passa a ser considerado inelegível pela Lei da Ficha Limpa. O comando da prefeitura foi assumido em definitivo pela vice-prefeita Márcia Roberg Cargnin (PP).

Pescaria Brava

Já o ex-prefeito de Pescaria Brava, Deyvisonn de Souza (MDB), segue detido no Presídio Santa Augusta, em Criciúma. Ele renunciou no começo de julho e o processo que lhe envolve na Mensageiro passou a tramitar na Comarca de Laguna, onde uma audiência já foi realizada onze dias atrás. Na cidade, a prefeitura está sob comando definitivo do vice Lourival Izidoro (PP).

Notícias relacionadas